Blog Tecnologia na Educação

Confira as melhores ferramentas e as novidades sobre o uso das TIC na sala de aula no blog

Portal reúne experiências educacionais inovadoras de diferentes países, incluindo o Brasil

POR:
NOVA ESCOLA

 

Olá, educadores!

Não sei quanto a vocês, mas sempre que leio, penso ou estudo sobre Educação, tecnologia e inovação fico com vontade de conhecer experiências reais. Escolas, professores e alunos que conseguiram criar ambientes educacionais que transformaram de fato as maneiras de ensinar e de aprender. Os desafios e obstáculos são tantos que sempre me pergunto: É mesmo possível levar a teoria à prática?

No final de julho, o Porvir lançou o InnoveEdu, um site que vem ao encontro dessa vontade: ele descreve 96 experiências educacionais inovadoras em mais de 30 países, incluindo o Brasil. São projetos, escolas, plataformas e aplicativos indicados por especialistas de organizações que trabalham com o tema, como a Edsurge (Estados Unidos), Innovation Unit (Reino Unido) e Wise (Catar).

Entre as iniciativas brasileiras, destaco a Educação Infantil e Orçamento Participativo e a Vojo Brasil. A primeira, da prefeitura de Santo André, na região metropolitana de São Paulo, incluiu as crianças na elaboração do orçamento participativo da cidade. No ano passado, os alunos fizeram 66 propostas aos administradores municipais! A segunda, fruto de uma parceria do Instituto de Mídia Étnica (IME) com o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), aconteceu na Ilha de Maré, pertencente a Salvador. Jovens quilombolas da região aprenderam a utilizar a tecnologia Voip – que possibilita a transmissão de dados sem acesso à internet – para divulgar informações sobre a comunidade. Com o canal, conseguiram chamar atenção do município para o problema do transporte escolar, que foi resolvido em seguida.

“Os modelos tradicionais de Educação não respondem mais às demandas da sociedade contemporânea, nem ao perfil dos alunos do século 21. Com o InnoveEdu, buscamos entender como essas inovações acontecem na prática, para inspirar e apoiar gestores, educadores e empreendedores brasileiros. O propósito é fomentar a criação ou adoção de novas soluções educacionais que gerem impactos significativos na vida de cada estudante, independente da sua situação social, econômica, física, emocional ou cognitiva”, disse Anna Penido, diretora-executiva do Instituto Inspirare, no site Porvir.

Cada iniciativa conta com uma descrição que mostra o problema enfrentado, a solução apresentada e os resultados alcançados. Além disso, há uma ficha técnica com a classificação da experiência de acordo com o grau do uso de tecnologia, o número de pessoas impactadas, idade dos beneficiários e maturidade do projeto.

Para facilitar a busca, é possível filtrar iniciativas pelo nível de inovação (incremental, quando facilita pontualmente, ou disruptiva, quando transforma completamente um sistema) e onde acontece (escola, comunidade, casa ou online).

O InnoveEdu também classificou as iniciativas em cinco tendências que, segundo o portal, estão transformando a Educação. São elas:

  • Competências para o século 21: também conhecidas como competências não cognitivas ou socioemocioanais, são habilidades que extrapolam o conhecimento acadêmico, como autonomia, estabilidade emocional, sociabilidade, capacidade de superar fracassos, curiosidade, perseverança etc.
  • Personalização: concepção pedagógica que leva em consideração os saberes, os interesses e o ritmo de aprendizagem de cada aluno, oferecendo percursos diferentes de acordo com esses fatores.
  • Experimentação: aprendizado por meio de experiências práticas e interativas, que aumentam o engajamento do aluno e o desafiam a construir um projeto ou produto.
  • Uso do território: exploração de outros espaços de aprendizagem além da sala de aula, como o entorno da escola, o centro histórico, museus, praças e outros lugares.
  • Novas certificações: valorização de experiências que geram as chamadas minicertificações, que não substituem os diplomas tradicionais, mas podem atestar conhecimentos adquiridos em cursos online, trabalhos voluntários etc.

Para ler mais sobre cada uma, clique em Tendências.

Fiquei com vontade de ler mais sobre os projetos – algumas descrições são curtas – e senti falta de um espaço de comentários para que pudéssemos discutir as iniciativas. Mas vale a pena explorar o site, se inspirar e até se questionar se as soluções funcionariam para a sua realidade!

Agora, quero saber o que acharam das iniciativas mapeadas no site. São realmente inovadoras? Conhecem algum projeto que ficou de fora? Contem nos comentários abaixo!

Um abraço,
Iana Chan

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias