Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Blog

Blog Tecnologia na Educação

Confira as melhores ferramentas e as novidades sobre o uso das TIC na sala de aula no blog

15 de Julho de 2015 Imprimir
5 4 3 2 1

O que é crowdfunding?

Por: NOVA ESCOLA

A internet e a tecnologia revolucionaram muitos dos nossos hábitos e atividades cotidianas. E a “vaquinha” também entrou nessa. Nos últimos anos, o chamado financiamento coletivo (ou crowdfunding, em inglês) está ajudando empreendedores a realizar projetos que nunca sairiam do papel sem essa mãozinha virtual.

A lógica é a mesma de sempre: cada um dá um pouquinho. A diferença é que agora pessoas de todo o mundo podem contribuir. “A internet permite que a arrecadação chegue a pessoas que antes não era possível alcançar. Se a vaquinha unia as pessoas pela proximidade física, no financiamento coletivo a proximidade se tornou ideológica”, explicou Anthony Ravoni, que possui o curioso cargo de “remixador de informações” do Catarse, uma das mais famosas plataformas de financiamento coletivo. Em troca, os apoiadores recebem recompensas, como o nome nos agradecimentos, marca-páginas, cartões-postais, chaveiros e até mesmo uma cópia do trabalho realizado. Mais do que receber lembrancinhas, porém, é a vontade de ver o projeto realizado que motiva as pessoas a ajudar.

Esse meio de captar recursos de maneira rápida e menos burocrática tem dado vida a livros, álbuns, peças de teatro, documentários, oficinas, eventos e todo tipo de projeto. E muitos educadores também estão aproveitando a alternativa! No Catarse, por exemplo, 44 dos 96 projetos educativos propostos foram bem-sucedidos, arrecadando mais de 1 milhão de reais no total, com 7.478 apoiadores. “É a categoria que possui a maior média de valor de apoio em nossa plataforma: R$ 189 reais”, revelou Anthony.

Há alguma semanas, contamos aqui no blog a história do professor André Fonseca, que está produzindo uma série de vídeos para explicar a teoria de Paulo Freire. A iniciativa foi um sucesso! O projeto dele foi financiado coletivamente por 143 apoiadores, que doaram R$11.725 reais. “Isso me dá uma grande responsabilidade para honrar a confiança dessas pessoas que acreditaram em minha proposta. E esse senso de comunidade é um fator de motivação para me empenhar ainda mais no trabalho”, disse o professor em entrevista ao blog.

Confira, a seguir, alguns projetos de destaque na área educacional:

Caindo no Brasil
Livro pretende reunir 13 práticas educacionais inovadoras Brasil afora.

Escola de Rua
Aulas abertas sobre temas livres serão ministradas em espaços públicos como metrô e praças.

Expedição Liberdade
Grupo quer conhecer e contar como funcionam escolas inovadores da Europa.

Educação Fora da Caixa
Livro vai tratar sobre as novas formas de aprender dos adultos.

Tapume Educativo
Cadeiras escolares feitas a partir de tapumes de obras que serão doadas para escolas públicas e instituições de ensino.

E conheça as plataformas brasileiras de financiamento coletivo:

Catarse
Foi uma das primeiras plataformas a surgirem no Brasil e é uma das mais populares. Usa o método “tudo ou nada”: o proponente só recebe a verba se a meta estipulada for alcançada. Se não, todos os apoiadores recebem seu dinheiro de volta. A taxa, cobrada ao proponente apenas se o projeto for bem-sucedido, é de 13% da quantia arrecadada.

Kickante
Tem a possibilidade da modalidade “campanha flexível”, em que é possível receber qualquer valor arrecadado, mesmo se a meta não for atingida. A taxa é de 17,5% sobre a arrecadação em campanhas flexíveis ou 12% nos projetos bem-sucedidos. Além disso, o apoiador pode parcelar sua doação em até 6 vezes.

Juntos.com.vc
É voltado para projetos com impacto social e não cobra comissão de projetos bem-sucedidos. Contudo, há taxa administrativa de R$ 0,39 + 2,49% dos pagamentos à vista ou R$0,39 + 4,29% dos pagamentos feitos com cartão de crédito. As campanhas são feitas na modalidade “tudo ou nada”.

Benfeitoria
Voltada para projetos sociais, a plataforma não cobra taxa sobre o valor arrecadado. As campanhas também funcionam na modalidade “tudo ou nada”.

E você, tem um projeto que gostaria de tirar da gaveta? Essas plataformas podem te ajudar! Conte pra gente nos comentários!

Tenha acesso a conteúdos e serviços exclusivos
Cadastre-se agora gratuitamente
Cadastrar