Blog Tecnologia na Educação

Confira as melhores ferramentas e as novidades sobre o uso das TIC na sala de aula no blog

Seis erros que você, professor, não deve cometer no seu blog

POR:
NOVA ESCOLA

Você cria um blog, alunos e colegas começam a acessar e, pronto, virou um sucesso! Para que o caminho da sua página seja esse, vale a pena prestar atenção a alguns escorregões comuns nesse ambiente. Preparamos uma lista com seis deles. Confira abaixo e evite:

1. Falar sem saber para quem

A primeira questão que você tem que se fazer para resolver esse tópico é: “para quem estou escrevendo?” Os leitores são outros professores? Então, você pode compartilhar planos de aula e reflexões sobre a prática escolar, por exemplo. Quem te lê são seus alunos? Ótimo, publique sugestões de leitura e atividades complementares. Os comentários e ferramentas gratuitas como o Google Analytics podem ajudar a identificar que temas fazem mais sucesso e conhecer quem está de fato acessando a página.

2. Misturar assuntos pessoais e educacionais

Viu um texto lindo que tocou seu coração? Se não for um conteúdo indicado em alguma aula, deixe de fora do blog. O mesmo vale para opiniões políticas, convicções religiosas e outros assuntos pessoais. O espaço do blog educacional deve ser respeitado como uma área de trabalho, portanto não leve para ele o que não deveria entrar na sala de aula ou na sala dos professores.

3. Atualizar quando “dá na telha”

O blog é uma ferramenta que indica agilidade, portanto procure definir com que periodicidade ele será atualizado e respeitar essa regra. Assim, seus leitores se acostumam a acessar o endereço na data prevista. É indicado que a página receba novos conteúdos pelo menos uma vez por semana. Quando isso acontecer, avise os leitores pelo Facebook ou por e-mail.

4. Ignorar os comentários

Mesmo se não tiver nada novo para postar, fique de olho nos comentários. Libere as participações dos leitores (caso elas sejam moderadas por você) e responda às questões colocadas, dessa maneira as pessoas vão se sentir respeitadas e estimuladas a continuar participando.

5. Exagerar na informalidade

O blog é um ambiente informal, sim, e você deve escrever como se conversasse com os internautas. No entanto, isso não significa que palavras chulas, abreviações e gírias possam ser usadas. O cuidado com o português deve ser uma premissa dos seus textos. O que está ali é conteúdo pedagógico e deve ser tratado como o que você leva para as aulas.

6. Expor os alunos

A internet é um espaço público e ninguém deve ser exposto desnecessariamente. Se você quer compartilhar produções dos seus alunos no blog, peça a autorização dos envolvidos antecipadamente. Em alguns casos, é necessário até que os pais concordem com a divulgação. Em outros, pode ser melhor descrever o trabalho feito sem mostrar a atividade de uma ou outra criança.

E aí, as dicas foram úteis para pensar sobre seu próximo post? Conte para a gente o que achou e compartilhe outros lembretes caso tenha alguma ideia.

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias