É a sua vez de vencer o Prêmio Victor Civita

Estão abertas as inscrições para a maior premiação da Educação brasileira

POR:
Anderson Moço
Prêmio Victor Civita - Educador Nota 10

Todo ano, dez professores e um gestor escolar ganham o título de Educador Nota 10. A disputa é acirrada, já que está em jogo ser reconhecido, ganhar uma bolada de 15 mil reais e se tornar estrela de uma grande festa.

Participar da disputa não tem segredo.Basta escrever um relato sobre um projeto ou sequência didática desenvolvido em uma escola regular de Educação Infantil ou de Ensino Fundamental entre fevereiro de 2010 e junho de 2011.

O que os selecionadores avaliam é a clareza entre o que a turma precisava aprender e as estratégias de ensino utilizadas pelo professor em sala de aula. "Saem vencedores aqueles que mostram o impacto de sua prática na aprendizagem dos alunos, deixando claro o que eles sabiam antes e o que aprenderam nas diferentes etapas", explica Regina Scarpa, coordenadora do Prêmio.

Acesse o site do Prêmio, leia o regulamento e um manual de orientações. Depois é só preencher a ficha de inscrição, enviar o texto e torcer para estar entre os vencedores, que serão anunciados em meados de agosto. Boa sorte!

O que não pode faltar no seu relato

Veja os pontos que devem ser abordados e como a professora Jandira Costa Stand, vencedora em 2010, tratou deles no texto que enviou ao prêmio sobre um trabalho de reescrita de fábulas

Itens essenciais do texto O que Jandira escreveu
O que encontrei Deixe claro o que o diagnóstico inicial apontou como necessidades de aprendizagens, o que é fundamental para determinar os objetivos do trabalho.
“No início do ano letivo, a maioria dos alunos já escrevia alfabeticamente, entretanto, seus textos eram muito curtos e tinham problemas de coesão.”
O que planejei Quais foram as etapas do trabalho, como cada uma delas está relacionada à outra e por que foi preciso passar por essa sequência para atender ao objetivo de ensino. “Planejei como sequência didática: apresentação do projeto; leitura em voz alta pela professora; leitura compartilhada de versões da fábula; estudo sobre a linguagem das fábulas; e comparação entre versões.”
Como lidei com a diversidade Alunos com saberes diferentes devem trocar informações ou ter atividades para suas necessidades. “Nas escritas individuais, dirigia a minha atenção para os alunos com mais dificuldade.”
Como promovi a interação Ter clareza quanto à formação de duplas e subgrupos é fundamental para favorecer a aprendizagem. “As últimas produções foram realizadas individualmente, mas as revisões foram em duplas, com um aluno ajudando o outro a perceber os problemas.”
Como avaliei os alunos Os critérios de avaliação precisam estar explicitados para se que comprove o que os estudantes aprenderam no fim do trabalho. “A aprendizagem em relação aos procedimentos de produção de texto (planejamento, escrita e revisão) ficam claras quando analisamos o portfólio de cada aluno durante todo o processo.”
Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias