Conexão Futura: Uso equilibrado dos livros didáticos

POR:
NOVA ESCOLA

Segundo dados do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), em 2015, o Ministério da Educação investiu R$ 1.330.150,00 na compra de mais de 140 milhões de exemplares. O PNLD compra e distribui obras didáticas aos alunos do Ensino Fundamental e Médio, regular, e da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Quais as vantagens e os limites do uso do material didático como recurso para o aprendizado. O livro didático deve pautar as aulas ou ser adaptado ao planejamento que já foi elaborado pelo educador?

O repórter Wellington Soares participou do programa Conexão Futura em 13/05/2015 para discutir esse assunto, que também é reportagem de capa da edição de abril (nº 282) de NOVA ESCOLA.

Participaram também Lilliam Rosa Prado dos Santos, professora e autora de livros didáticos e paradidáticos; e Heloisa Cerri, autora de livros didáticos de Língua Portuguesa.

Tags

Guias

Tags

Guias

Tags

Guias

Tags

Guias