Subtração: estratégias de cálculo

POR:
NOVA ESCOLA

Priscila Monteiro, consultora pedagógica da Fundação Victor Civita, conduziu um diagnóstico dos conhecimentos matemáticos dos alunos da 4ª série da EMEF Olavo Pezzotti, em São Paulo. Com base nas informações, ela preparou uma aula para ensinar a turma a refletir sobre as estratégias de cálculo. Neste vídeo da série NOVA ESCOLA NA SUA ESCOLA, ela orienta os alunos a resolver problemas de subtração.

Fazer e compreender. Essas duas ações são essenciais quando o assunto é trabalhar com cálculos. No entanto, embora alcancem o resultado correto, muitos alunos não entendem o que está por trás dos procedimentos realizados. A professora Mara Rúbia Lopes observou o problema em sua turma da 4ª série. Para resolvê-lo, precisava ajudar a criançada a dominar estratégias diversas que fossem além da conta armada ? que oculta vários passos da resolução ? e saber o porquê de cada etapa do procedimento.

Priscila, em parceria com Mara Rubia, apresentou aos estudantes algumas atividades de subtração. Para defini-las, Priscila analisou produções realizadas por eles em aulas anteriores com a professora. Isso foi essencial para verificar o que a classe já sabia, os erros mais comuns e as dúvidas que persistiam.

A formadora analisou com a turma duas resoluções para o mesmo cálculo, diferentes do algoritmo. A intenção era que os alunos entendessem o passo a passo da resolução e não só fizessem o algoritmo, como de costume. Enquanto a classe trabalhava, ela percorreu as mesas para tirar dúvidas e encaminhar o procedimento.

Para a etapa seguinte, Priscila organizou a turma em duplas, de acordo com o que cada aluno sabia sobre o conteúdo. Depois, propôs a análise de duas resoluções (uma certa e errada).

Mara Rubia acompanhou toda a aula, observando as dúvidas dos alunos e as intervenções feitas por Priscila. Para concluir a aula, a formadora pediu que a turma elaborasse uma regra para não errar mais.

Se o cálculo algorítmico é apresentado como a única maneira de calcular, os alunos não têm a oportunidade de desenvolver uma série de estratégias, como decompor os números e fazer cálculos parciais.

Por isso, antes do trabalho com a conta armada propriamente dito, é desejável explorar diferentes procedimentos de cálculo mental apoiados em decomposições e análise de resultados certos e equivocados. Isso dá ao grupo melhores condições de lidar com o algoritmo e verificar se a resposta alcançada é coerente.

Tags

Guias