Trabalho de campo na Caatinga

Conheça o portfólio do projeto realizado pela professora Maria Níceas Oliveira França, de Sobral, CE, vencedora do Prêmio Victor Civita Educador Nota 10. Ela fez a turma do 9º ano estudar a vegetação e as paisagens do nordeste brasileiro.

POR:
NOVA ESCOLA
Preparação em sala Preparação em sala Apesar de viver em meio à caatinga, os alunos do 9º ano da EMEF Professor Arruda, em Sobral, a 239 quilômetros de Fortaleza, não sabiam descrever geograficamente a paisagem nordestina. Pensando nisso, a professora Maria Níceas Oliveira França resolveu envolvê-los em um projeto para que aprendessem as noções de paisagem, de lugar e de território. O primeiro passo foi preparar a turma em sala de aula, com base em uma pesquisa sobre os diferentes biomas. Antes do trabalho de campo Antes do trabalho de campo Na praça em frente à EMEF Professor Arruda, Maria Níceas faz recomendações para que a turma do 9º ano analise os elementos naturais e humanos que compõem os arredores da escola. Todos registram suas observações para o trabalho posterior em sala. Viagem à zona rural Viagem à zona rural A maior parte dos alunos da EMEF Professor Arruda mora na zona rural do município de Sobral. Por isso, a professora Maria Níceas organizou viagens para que a turma começasse o estudo da paisagem com base, justamente, nos lugares onde os alunos viviam. Alunas fazem anotações sobre a vegetação Alunas fazem anotações sobre a vegetação Um dos objetivos do trabalho de campo era fazer com que a turma desenvolvesse um olhar mais cuidadoso sobre a paisagem. Acima, alunas do 9º ano fazem anotações sobre a vegetação de um dos locais visitados pela garotada. A paisagem da caatinga A paisagem da caatinga A exuberância da caatinga em pleno inverno surpreendeu os adolescentes. A vegetação estava verde e os açudes, cheios. Isso modificou o imaginário dos estudantes, que antes do início do projeto, acreditavam que a paisagem nordestina era composta apenas por cactos e arbustos secos. Análise do solo, da vegetação e da hidrografia Análise do solo, da vegetação e da hidrografia A professora Maria Níceas recolhe amostras do solo na margem ao açude e apresenta aos alunos para observação e análise do território. Descrição do lugar onde se vive Descrição do lugar onde se vive Com base na observação do lugar onde cada aluno vivia, a professora Maria Níceas solicitou produções de texto individuais. Acima, o texto de uma das alunas do 9º ano. Produção escrita e entrevista com moradores antigos Produção escrita e entrevista com moradores antigos Para aprimorar a produção escrita dos alunos, a professora Maria Níceas propôs que todos escrevessem sobre o lugar onde vivem e entrevistassem moradores antigos do bairro. Acima, parte da descrição geográfica feita pela aluna Geisa do Nascimento. Avaliação das produções Avaliação das produções Maria Níceas avalia as produções de todos os alunos e percebe como eles desenvolveram pensamentos mais complexos a respeito da paisagem e demais elementos da geografia local ao longo do projeto.
Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias