Vendo, conhecendo e recriando árvores

Conheça o portfólio do projeto realizado pela professora Paula Regina de Vargas, de Montenegro, RS, vencedora do Prêmio Victor Civita Educador Nota 10. Ela mostrou referências e fez com que os alunos do 1º ano encontrassem novas maneiras de desenhar árvores.

POR:
NOVA ESCOLA
Apresentar referências para as crianças Apresentar referências para as crianças Ao perceber que as crianças do 1º ano demonstravam resistência em desenhar, a professora Paula Regina de Vargas, da EMEF Adolfo Schüler, em Montenegro, a 81 quilômetros de Porto Alegre, elaborou uma sequência didática sobre a representação de árvores. O primeiro passo foi mostrar à turma quadros de artistas como Piet Mondrian (1872-1944) e Tarsila do Amaral (1886-1973). Assim, todos compreenderam que cada artista tem seu percurso criador. Observação de árvores Observação de árvores Como as crianças costumavam desenhar os objetos de maneira muito parecida - como se houvesse apenas uma forma de apresentá-los - a professora Paula organizou uma visita a um parque da cidade. Assim, os alunos puderam observar que, na natureza, as árvores tinham aparências diferentes. Visita a uma exposição Visita a uma exposição Em outra etapa da sequência, a professora Paula também serviu como mediadora em uma visita a uma exposição de arte. A turma conheceu pinturas e esculturas de diferentes períodos, feitas por artistas gaúchos. Novos desenhos e colagens Novos desenhos e colagens Com base nas referências apresentadas e em debates realizados em sala, os alunos do 1º ano produziram uma série de desenhos e colagens sobre as árvores. Assim, eles aprenderam que não era necessário ter modelos para copiar e que cada um poderia desenvolver o seu próprio olhar artístico sobre um determinado tema, explorando técnicas, cores e formas variadas.
Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias