Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Notícias
01 de Janeiro de 2013 Imprimir
5 4 3 2 1

Álbum: Lua e conceitos de Astronomia na EJA

Veja as principais etapas do projeto "Lua de São Jorge" do professor de Ciências Felipe Bandoni de Oliveira, do Colégio Santa Cruz, em São Paulo (SP). A partir de crenças que o senso comum tem sobre a Lua, ele ensinou aos alunos da EJA noções básicas de Astronomia e mostrou como a Ciência investiga fenômenos da natureza

Por: Camila Camilo

 

Essa é a turma do segmento da EJA que corresponde ao 8º ano do Colégio Santa Cruz, na capital paulista. Com as aulas de Ciências do professor Felipe Bandoni de Oliveira eles ampliaram seus conhecimentos sobre a Lua. Professor e alunos Essa é a turma do segmento da EJA que corresponde ao 8º ano do Colégio Santa Cruz, na capital paulista. Com as aulas de Ciências do professor Felipe Bandoni de Oliveira eles ampliaram seus conhecimentos sobre a Lua. Após assistirem o vídeo de um contador de Histórias e lendas Após assistirem o vídeo de um contador de 'causos' sobre o lobisomem, os alunos contaram narrativas que conheciam desde a infância sobre a influência lunar nos seres humanos. Em seguida, os adultos redigiram as lendas que haviam contado para os colegas. Este foi o momento preparado por Felipe para, além de ensinar Ciências, estimular o comportamento escritor dos alunos da EJA. Escrita e reescrita de histórias Em seguida, os adultos redigiram as lendas que haviam contado para os colegas. Este foi o momento preparado por Felipe para, além de ensinar Ciências, estimular o comportamento escritor dos alunos da EJA. Muitos estudantes acreditavam que havia quatro luas diferentes e que o céu girava ao redor da Terra. Para explicar as fases do nosso satélite e a posição dos corpos celestes, o professor apresentou esquemas e fotos tiradas do espaço. Aula expositiva sobre a Lua Muitos estudantes acreditavam que havia quatro luas diferentes e que o céu girava ao redor da Terra. Para explicar as fases do nosso satélite e a posição dos corpos celestes, o professor apresentou esquemas e fotos tiradas do espaço. Para testar se a Lua influencia nos nascimentos, os alunos analisaram um estudo que cruzou 104.616 datas de nascimento e o calendário. Ao observar os dados, a turma concluiu que não há mais partos com a mudança de fase do satélite. Influência nos nascimentos Para testar se a Lua influencia nos nascimentos, os alunos analisaram um estudo que cruzou 104.616 datas de nascimento e o calendário. Ao observar os dados, a turma concluiu que não há mais partos com a mudança de fase do satélite. Para esclarecer que ver figuras na Lua (como São Jorge) é subjetivo, Felipe mostrou o impacto de sólidos e líquidos nas superfícies. Com isso, os estudantes concluíram que as manchas que vemos da Terra são, na verdade, variações no relevo lunar. Manchas na Lua: o que são elas? Para esclarecer que ver figuras na Lua (como São Jorge) é subjetivo, Felipe mostrou o impacto de sólidos e líquidos nas superfícies. Com isso, os estudantes concluíram que as manchas que vemos da Terra são, na verdade, variações no relevo lunar. Para ver as crateras mais de perto e também o deslocamento da Lua, o professor promoveu uma observação com o telescópio no campo de futebol da escola. Observação com o telescópio Para ver as crateras mais de perto e também o deslocamento da Lua, o professor promoveu uma observação com o telescópio no campo de futebol da escola.

Tenha acesso a conteúdos e serviços exclusivos
Cadastre-se agora gratuitamente
Cadastrar