Como o conceito de beleza se transformou ao longo dos séculos?

Desde a Antiguidade, o culto ao belo faz parte da cultura de diferentes sociedades, veja na galeria como o padrão de beleza se modificou até os dias de hoje

POR:
Laís Semis

Desde a Antiguidade, o culto ao belo faz parte da cultura de diferentes sociedades, veja na galeria como o padrão de beleza se modificou até os dias de hoje

Cada época e lugar estabelecem critérios para definir o que é considerado belo. Como apresenta a reportagem "Vítimas da Moda" (VEJA 2394), nas últimas décadas, a moda se tornou um dos grandes referenciais do que é ser belo. E, ao olhar para a história, é possível verificar que o conceito é mutável, subjetivo e depende do contexto histórico, social e cultural em que está inserido. Confira a transformação dos padrões de beleza ao longo dos séculos até os dias de hoje com a galeria:

St. Petersburg, Russia - CIRCA March 2014: Sculpture of Aphrodite in the museum at the Academy of Arts. Como o conceito de beleza se transformou ao longo dos séculos? CRÉDITO: Shutterstock Grécia Antiga A primeira tentativa de padronização da beleza humana de que se tem registro parte da Grécia Antiga (tanto que a palavra estética tem origem grega e significa ?compreensão pelos sentidos?). O modelo de beleza ideal deveria combinar harmonia e equilíbrio, valorizando as medidas proporcionais. Isso valia também para as artes e arquitetura. O culto ao corpo entre os jovens previa que fossem fortes para serem soldados ou atletas. Os exercícios físicos também eram comuns entre as mulheres, que evitavam o bronzeado, por não ser considerado belo. VIENNA - JULY 3: Medieval paint from year 1462 (Hornberger Votivbild) in gothic church Maria am Gestade on July 3, 2013 in Vienna. Como o conceito de beleza se transformou ao longo dos séculos? CRÉDITO: Shutterstock Idade Média Recebendo influências da cultura judaica e cristã, a partir da Idade Média, as representações de nu e culto ao corpo dão lugar ao recato. Especialmente o corpo feminino era considerado como ?tentador? e o conceito de belo estava conectado ao divino, ao plano espiritual, às virtudes morais. Por questões morais, as vestimentas deveriam ser longas e esconder o corpo atrás dos trajes volumosos. Imperfeições físicas do corpo eram consideradas ligadas às da alma (resultadas de pecado). Para serem consideradas belas, as mulheres medievais deveriam seguir a figura da Virgem Maria. Old fresco with beautiful woman from Palazzo Vecchio in Florence. Como o conceito de beleza se transformou ao longo dos séculos?. CRÉDITO: Shutterstock Renascimento Abandonados durante a Idade Média, os textos dos pensadores greco-romanos foram redescobertos, retomando os padrões e conceitos da Antiguidade Clássica. Voltando a valorizar o corpo feminino, o modelo de beleza do Renascimento supunha mulheres mais cheinhas, de ancas largas e seios generosos - o que se manteria até o final do século XVIII. Apesar dos vestidos volumosos, a cintura deveria ser marcada pelo uso do espartilho e era permitido que o decote mostrasse um pouco dos ombros. Personagem Catarina, da atriz Adriana Esteves, na novela Anos 20 Aqui o conceito de belo exalta o corpo feminino cilíndrico: cintura, seios e quadris deveriam ter medidas parecidas. Para isso, as mulheres disfarçavam as curvas usando vestidos retos e até mesmo enrolavam faixas sobre os seios para achatá-los, como a personagem Catarina, vivida por Adriana Esteves na novela 'O Cravo e a rosa' (Rede Globo). Na era da mulher emancipada, que sai de casa para trabalhar, começou-se a adotar o visual de cabelos curtos. Luiz Brunet na novela Anos 80/90 No fim dos anos 80 e durante o início dos 90 as supermodelos ditaram os padrões de beleza. Altas, magras, com curvas na medida certa e um visual saudável, Cindy Crawford, Linda Evangelista, Naomi Campbell e Luiza Brunet são alguns nomes que se destacaram entre as supermodelos. O ideal de corpo era forte e esbelto, favorecendo uma visão poderosa dessas mulheres. Outro atributo valorizado eram os seios. Diferente dos anos 20, em vez de tentarem disfarçá-los, as mulheres começaram a buscar por silicone. Anorexic and weight obsessed young woman, measuring her very thin and slim waist, torso with ribs and hip bones clearly showing, perfect for mental health and body dismorphia issues. Como o conceito de beleza se transformou ao longo dos séculos? CRÉDITO: Shutterstock Atualmente O padrão das supermodelos se intensificou ainda mais e ultrapassou o limite do saudável ao levar para a passarela modelos exageradamente magras. A anorexia e bulimia foram trazidas à discussão, principalmente pela sua incidência crescente entre as adolescentes e esse padrão tem sido questionado pelos próprios profissionais do meio, que o consideram inaceitável.

A busca pelo corpo perfeito também vem de longa data, mas hoje somando à estética os artifícios do Photoshop, com corpos ??ideais?? e desejáveis estampando capas de revista, atingir esse resultado se torna uma corrida sem fim. ??Nos termos de Aristóteles, a beleza é um impossível - algo a que sempre se almeja sem nunca alcançar??, esclarece a doutora em Psicologia e Educação pela USP, Monique Deheinzelin.

Tags

Guias

Tags

Guias