Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Cada um com sua máscara

As carinhas pintadas em embalagens de papel atiçam a imaginação. E ainda inspiram uma pesquisa cultural

POR:
NOVA ESCOLA
Foto: Eduardo Delfim
 

Por esta você não esperava: saquinhos de papel usados nas padarias para embalar aquele pão quentinho viram máscaras espertas. Combine com os alunos para que cada um traga um cartucho. Providencie tintas e pincéis e estimule a turma para a produção e a festa, que pode ser um baile de Carnaval ou de máscaras. Ou, então, um desfile, uma coreografia ou mesmo uma brincadeira no intervalo com alunos de outras séries. O arteeducador Pio Santana, da Escola Estadual Editor José de Barros Martins, em Francisco Morato (SP), propõe colocar uma música e deixar a turma à vontade. "Eles podem ficar em pé ou sentados no chão enquanto preparam os adereços", orienta. "Quanto mais descontraído o ambiente, melhor." Também é possível propor uma pesquisa sobre o assunto. No Japão, por exemplo, as máscaras acentuam as características dos personagens no teatro. Em algumas culturas indígenas, surgem em rituais de cura. Os objetos também funcionam como decoração.

Material necessário

Foto: Eduardo Delfim
 

- Saco de papel pardo de 10 quilos
- 1 pedaço de papel-cartão medindo 13 centímetros de comprimento por 20 centímetros de largura
- 1 folha de papel crepom amarelo
- Tinta plástica de várias cores
- Pincel chato no 10
- Cola quente e pistola de aplicação
- Lápis
- Tesoura
- Fita dupla face
- Grampeador

Como fazer

Foto: Eduardo Delfim
 

1. CARA DESENHADA  Com o saco de papel pardo fechado e bem esticado, conte 20 centímetros partindo do fundo, marque e corte. Despreze a parte cortada. De novo, contando a partir do fundo do pacote, deixe aproximadamente 10 centímetros e dobre. Aí será feito o cabelo. Experimente o cartucho na cabeça, e marque levemente a altura exata dos olhos. Com o lápis, desenhe os olhos, o nariz e a boca. 

 

Foto: Eduardo Delfim
 

2. PINTURA  Com a tinta plástica, pinte os traços. Para representar o cabelo, passe tinta marrom na faixa horizontal marcada anteriormente. Deixe secar.

3. GRAMPOS E CORTES Grampeie no limite entre a cor marrom e o papel pardo. Esses grampos funcionam como um limitador. Corte todo o cabelo em tiras.

 

Foto: Eduardo Delfim
 

4. ENFEITES DE HOMEM Dobre o papel-cartão ao meio e desenhe uma orelha conforme a foto acima. Corte as duas partes e, com a fita dupla face, cole-as nas laterais do saco. Para enfeitar, coloque bigode, nariz de palhaço e óculos.

 

Foto: Eduardo Delfim
 

5. VERSÃO FEMININA Para representar uma menina, uma garota ou uma mulher, os passos são os mesmos da versão masculina, com exceção do cabelo. Corte tiras do papel crepom amarelo dobrado. Abra essas faixas e cole-as com cola quente no fundo do saco. Faça uma maquiagem e, se quiser, coloque brincos de argolas nas orelhas.

6. PARA ENXERGAR Com a tesoura, faça um furo redondo no local onde as bolinhas dos olhos estão pintadas.

Fotos: Eduardo Delfim / Produção: Samir Zavitoski - Agradecimento Colégio Leonardo da Vinci - Anglo, em Osasco (SP)

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias

Tags

Guias