Educação no campo

Formação inicial

POR:
Wellington Soares, Elisa Meirelles, NOVA ESCOLA
Elizana Monteiro dos Santos. Foto: arquivo pessoal
Elizana Monteiro dos Santos, aluna do curso de Licenciatura em Educação no Campo, com habilitação em Ciências da Natureza e Matemática

"Moro com minha família no assentamento de Barreirinho, na zona rural de Unaí, a 602 quilômetros de Belo Horizonte. Ao terminar o Ensino Médio, descobri a Licenciatura em Educação no Campo, da Universidade de Brasília (UnB), e vi a possibilidade de atuar como professora no lugar em que vivo. O processo seletivo incluía uma prova, a entrega de um atestado dos líderes da comunidade e uma carta explicando o interesse pelo curso. Fui aprovada em 2008 e desde então divido meu tempo entre as aulas na universidade e o trabalho na escola do assentamento. Uma das preocupações dessa licenciatura é formar gente capaz de pensar o ensino no campo e de trazer a realidade local para a sala de aula."

Licenciatura em Educação no Campo

Quem oferece UnB.
Habilitações a escolher Linguagens e Ciências da Natureza e Matemática.
Duração Oito semestres, com aulas na universidade e atividades práticas, realizadas em escolas rurais. 
Informações fup.unb.br, tel. (61) 3107-8020.


Pós-graduação
Valor de bolsas de mestrado cai pela metade em 18 anos
 

O montante pago pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) aos bolsistas de mestrado teve uma queda de 54,3% de 1994 a 2012, considerando a inflação no período. A informação faz parte de um levantamento realizado pela Associação dos Pós-Graduandos da Faculdade de Engenharia Elétrica e Computação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A diminuição ocorreu porque o reajuste do valor pago pela Capes foi menor do que a inflação, explica Naércio Menezes Filho, coordenador do Centro de Políticas Públicas do Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper), em São Paulo. "Com isso, cada vez menos pessoas qualificadas são atraídas para a pós-graduação, optando por outras áreas."


Gestão escolar
Qual a formação necessária para concorrer a cargos de diretor e coordenador?
Pergunta enviada por Regina Gabriela Costa, Jundiaí, SP

Não existe uma lei nacional que determine uma formação inicial específica para os gestores escolares. Nas redes em que os cargos são atribuídos por concurso público, geralmente é exigida a graduação em Pedagogia. Essa informação é encontrada nos editais dos processos seletivos. Nas outras, em que coordenadores pedagógicos e diretores são membros do corpo docente, convidados ou eleitos para assumir o posto, costuma-se exigir Pedagogia ou licenciaturas. Embora não seja obrigatório, é importante que esse profissional seja capacitado para exercer o cargo de gestor. Essa formação pode ser obtida por meio de programas de pós-graduação oferecidos pelo Ministério da Educação (MEC) e pelas secretarias, em parceria com institutos e universidades.


3%  é o percentual de docentes homens na Educação Infantil. No Ensino Fundamental, eles são 19%.

Fonte MEC

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias