Em São Paulo: saem os resultados do Saresp

Secretaria divulgou resultados do Sistema de Avaliação e Rendimento do Estado de São Paulo. Números apontam deficiência em Matemática e melhora nas habilidade de Língua Portuguesa.

POR:
NOVA ESCOLA

A Secretaria de Estado da Educação de São Paulo divulgou ontem (13), os resultados do Saresp (Sistema de Avaliação e Rendimento do Estado de São Paulo) 2007. A avaliação envolveu 5.207 escolas paulistas e pretendia dignosticar a situação da Educação oferecida pela rede estadual de ensino em Língua Portuguesa e Matemática.

Desastre em Matemática - Nesta disciplina, mais de 80% dos alunos do Ensino Fundamental obtiveram resultados abaixo do esperado. No 4º ano, por exemplo, 44,2% dos estudantes ficaram abaixo do básico e 36,6% obtiveram nível básico. A parcela que se enquadra no nível que a Secretaria considera "adequado" é de apenas 17,4% e 1,7% dos alunos alcançaram nível avançado. Entre os alunos do 3º ano do Ensino Médio, o resultado é mais desanimador: 71% deles não conseguiram atingir pontuação suficiente e ficaram abaixo do básico. (Quer conferir todos os resultados? Visite a página da Secretaria Estadual de Educação).

"Estamos investindo pesadamente na recuperação de matemática. Desde o início do ano os alunos de 5ª a 8ª e de Ensino Médio estão com recuperação desta disciplina, por 42 dias, algo inédito no Brasil. Já em abril iremos implementar uma nova recuperação paralela, focada nas dificuldades identificadas no Saresp", afirma a secretária de Estado da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro.

Avanços em Língua Portuguesa - Os dados sobre essa disciplina mostram que, em comparação ao desempenho dos alunos da rede estadual de São Paulo no Saeb 2005 (avaliação federal no Estado), todas as séries tiveram crescimento nas médias. Na 4ª do Ensino Fundamental, por exemplo, a média passou de 178 (média do Saeb 2005 em SP) para 187. Na 8ª o crescimento foi de 228 para 243. Na 3ª série do Ensino Médio houve ampliação de 254 para 263. Esses índices, segundo a Secretaria, são resultado de outros esforço institucionais - a Secretaria tem como uma de suas 10 metas, até 2010, alfabetizar todos alunos com 8 anos de idade. De acordo com o Saresp 2007, faltam 12% para atingir o objetivo.

O Saresp 2007 foi realizado com cerca de 2 milhões de alunos, em novembro do ano passado. Sua comparação com o Saresp 2005 (último realizado) não é possível devido à diferença de sistema utilizado. A partir deste ano o Saresp será comparável com as avaliações seguintes e com as avaliações federais. Com o Saeb 2005 esta comparação já é possível, pois seguiram a mesma base e métrica. Todas escolas receberão boletins com as médias e sua distribuição de notas.

Lição de casa corrigida - Os alunos cujos professores fizeram correção da lição corrigida foram melhor na escola do que os que não têm esta correção. Essa constatação foi um dos resultados de uma pesquisa realizada com os alunos no momento da prova por meio de um questionário. "Isto é muito importante. Mostra que a cobrança é positiva, que o aluno precisa de acompanhamento, na escola e em casa", diz a secretária Maria Helena.

Quer saber mais?

Confira a reportagem Combate à Desafagem, da edição de janeiro-feveiro de NOVA ESCOLA. Nesse texto, você compreende como está sendo realizada a recuperação dos alunos.

Entenda melhor como são as avaliações estaduais e a federal, lendo a reportagem on-line Chegou a hora da Prova Brasil.

Conheça o projeto de capacitação de professores de Matemática da Fundação Victor Civita, o Matemática É D+!

Quer saber mais sobre a importância da lição de casa? Leia a reportagem 4 tarefas do professor, da edição de março de NOVA ESCOLA.  

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Tags

Guias