Ética e cidadania

POR:
Elisa Meirelles, Marília de Lucca, Anna Rachel Ferreira
Rogério Gonçalves Professor da rede municipal de São Paulo
Rogério Gonçalves
Professor da rede municipal de São Paulo

"Leciono no 5º ano do Ensino Fundamental e na Educação Infantil. Ao longo da minha carreira, tive turmas com muitos problemas de comportamento e percebi que os métodos de intervenção usados não traziam resultado. Busquei formação e, nessa especialização, encontrei uma nova proposta de trabalho. Passei a respeitar ainda mais as individualidades e especificidades dos estudantes, revisitei o projeto político-pedagógico (PPP) e mudei minha prática. As aulas sobre convivência democrática aprimoraram meu trabalho quanto à construção de relações interpessoais menos autoritárias na escola. A indisciplina diminuiu significativamente e os alunos ampliaram a capacidade de expressar angústias por meio do diálogo."

 

Cotas sociais

Reserva de vagas nas federais valerá em 2013

Aprovada este ano, a Lei nº 12.711/2012, conhecida como Lei de Cotas, vem para garantir o acesso a universidades e institutos federais a quem cursou o Ensino Médio na rede pública. Ela cria um sistema baseado na reserva de 50% das vagas a esses alunos, sendo parte delas destinada a estudantes de famílias de baixa renda, pretos, pardos e indígenas, de acordo com a proporção deles na população dos estados. As porcentagens são determinadas com base no Censo Demográfico, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As informações sobre raça são declaratórias. A Lei já está em vigor e deve ser aplicada nos processos seletivos para os cursos que começam em 2013. Há, no entanto, a possibilidade de implementá-la progressivamente, assegurando no mínimo 12,5% das vagas a esses estudantes em 2013, 25% em 2014, 37,5% em 2015 e 50% até 2016.

 

Aposentadoria

Meu trabalho na sala de aula vai acabar e estou preocupada. O que devo fazer?
Pergunta enviada por Beatrice Nogueira, Cuiabá, MT

Após anos dedicados ao Magistério, é estranho pensar que a sala de aula não fará mais parte da rotina. Mas a transição não precisa ser traumática. Terezinha Rios, doutora em Educação e colunista de GESTÃO ESCOLAR, alerta: "O professor deixa a escola, e não a Educação". O primeiro passo, mais burocrático, é levar cópias de RG, CPF, último holerite e jornada (declaração com o período trabalhado) à secretaria escolar e preencher um requerimento de aposentadoria. Depois, a meta é planejar para aproveitar. Organize viagens, planeje cursos, leituras, idas a teatro, cinema e exposições e até a escrita de um livro. "O momento é de viver com mais prazer e intensidade", diz Terezinha.

 

57%  dos professores fizeram curso superior em uma instituição privada. Dado equivale a 89.943 docentes.

Fonte Questionário professor - Prova Brasil 2009

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias

Tags

Guias