É correto exigir mínimo ou máximo de linhas em produções textuais?

S.O.S. Português

POR:

Pergunta enviada pela leitora Emerence Oliveira, Salvador, BA

Depende do gênero que o professor quer aplicar. Ao pedir que o aluno faça resumos, crônicas, fábulas, resenhas, textos publicitários ou notas de jornal, ele pode estipular o número de linhas. Com isso, não só trabalhará o poder de síntese, como apresentará o universo dos textos que circulam nas práticas sociais, como jornais e revistas, que precisam ter limite de tamanho. Já os contos podem ter uma extensão maior e, assim, restringir a quantidade de linhas sem razão pode cercear a liberdade do estudante. Antigamente a escola tradicional trabalhava redações livres com temas diversificados e vagos, como "Minhas férias", e o aluno não  recebia referências. Nesse caso,  a restrição de linhas era uma  arbitrariedade, sem intenção didática.

CONSULTORIA Maria José Nóbrega,  assessora da Secretaria Municipal  de Educação de São Paulo.

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias

Tags

Guias

Tags

Guias