É verdade que o Uruguai já fez parte do Brasil?

HISTÓRIA

POR:
Beatriz Santomauro, Rita Trevisan, NOVA ESCOLA, Luana Villac
Fonte: Atlas História do Brasil, Ed. Scipione/Ilustração: Luciano Veronezi
Fonte: Atlas História do Brasil, Ed. Scipione/Ilustração: Luciano Veronezi

 

Sim. A primeira investida brasileira sobre o território vizinho aconteceu em 1811, no governo de dom João. A invasão era uma medida preventiva, pois o monarca temia que o movimento pela independência daquele local - liderado por José Artigas e que se alastrava em direção às Províncias Unidas do Rio da Prata, atual Argentina - chegasse ao país. Para a época, o discurso republicano e abolicionista era uma ameaça ao nosso governo absolutista e à maneira como a estrutura produtiva do Brasil estava organizada, assentada sobre o trabalho escravo. Como pretexto para a invasão, dom João se apoiou no fato de sua esposa, Carlota Joaquina, ser espanhola e reivindicar para seu país o governo da região. Porém, um ano depois da tomada do território, o governo brasileiro foi forçado a retirar suas tropas. Já em 1817, dom João - coroado como dom João VI - decidiu por nova ocupação militar para afastar de vez a possibilidade de um golpe, movido por forças antiabsolutistas e antiescravistas. Cinco anos mais tarde, o Uruguai foi oficialmente incorporado ao território brasileiro, com o nome de Província Cisplatina (veja no mapa acima), tendo permanecido nessa condição até 1828. Portanto, o controle brasileiro sobre a região, somando-se as duas invasões, totalizou 13 anos. O Uruguai só conquistou a independência do Império do Brasil graças ao movimento separatista local, que proclamou em 1828 a República Oriental do Uruguai.


Consultoria Newton Nazaro, professor de História e coautor da coleção Panoramas da História, da Editora Positivo.

Pergunta enviada por Maria Elisabeth Goberski, Curitiba, PR

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias

Tags

Guias