Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Notícias
01 de Maio de 2011 Imprimir
5 4 3 2 1

Para que serviam as missões jesuíticas?

Brasil Colônia

Por: Eduardo Lima, Rita Trevisan, NOVA ESCOLA

Pergunta enviada por Adalberto Martins, Crateús, CE

Ruínas de São Miguel das Missões, no Rio Grande do Sul. Foto: Paula Takada
PATRIMÔNIO Ruínas de São Miguel
das Missões, no Rio Grande do Sul

As missões eram povoados indígenas criados e administrados por padres jesuítas no Brasil Colônia, entre os séculos 16 e 18. O principal objetivo era catequizar os índios. A catequização, no entanto, tinha efeitos colaterais que não interessavam aos conquistadores portugueses. Para que adotasse a fé cristã, a população indígena tinha de ser instruída e ganhava conhecimentos de leitura e escrita. Além disso, os índios reunidos nesses aldeamentos não eram escravizados, como geralmente ocorria em outros lugares. Eles viviam do cultivo da terra, se valendo de técnicas agrícolas ensinadas pelos religiosos. Com o tempo, muitas missões prosperaram e acabaram virando uma ameaça à centralização de poder pretendida pela Coroa. Resultado: em 1759, os jesuítas foram expulsos do Brasil, acusados de controlar um "Estado dentro do Estado" e de insuflar os guaranis contra o domínio português.


Consultoria Eduardo Neumann, historiador e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS).

Tenha acesso a conteúdos e serviços exclusivos
Cadastre-se agora gratuitamente
Cadastrar