Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Notícias
01 de Setembro de 2012 Imprimir
5 4 3 2 1

Desde quando existe e como está o conflito nas Malvinas?

Conflitos

Por: Beatriz Santomauro, NOVA ESCOLA, Gabriela Portilho

Considerado um ponto estratégico no oceano Atlântico, o arquipélago é, há pelo menos três séculos, alvo de disputa entre Argentina e Grã-Bretanha, que atualmente detém sua posse (leia, abaixo, a linha do tempo). A Argentina tenta impedir que navios com bandeira das "Falkland Islands" atraquem em seus portos e pressiona as empresas nacionais a boicotarem os produtos britânicos. Os keplers, população local que fala inglês, têm manifestado vontade de continuar sob domínio dos britânicos. Para 2013, está planejado um referendo para definir o status político das ilhas.

1500 O arquipélago é avistado pela primeira vez, mas não é ocupado. De acordo com o Tratado de Tordesilhas, pertence à coroa espanhola.

1690 As ilhas são batizadas pelos britânicos como Falkland, mas eles só se instalam lá em 1765, depois da invasão e ocupação francesas.

1767 A Coroa espanhola consegue reaver a posse sobre o território e o batiza de Malvinas - mas declara guerra à Grã-Bretanha.

1811 Com a onda de independências em suas colônias, a Espanha abandona as ilhas, que são anexadas pela Argentina.

1833 Os britânicos retornam ao território e expulsam os argentinos do local por temerem que os Estados Unidos ocupassem as ilhas.

1965 A Organização das Nações Unidas (ONU) pede que as nações negociem sobre a soberania do arquipélago, mas os britânicos recusam.

1982 Argentina e Grã-Bretanha combatem e, após 75 dias, a Argentina se rende. Por volta de 1990, os países reatam as relações diplomáticas.


Fonte Luiz Gustavo Cota, doutorando em História Social pela Universidade Federal Fluminense (UFF). 

Pergunta enviada por Arthur Bertagnolli, Serrana, SP

Tenha acesso a conteúdos e serviços exclusivos
Cadastre-se agora gratuitamente
Cadastrar