Compartilhe:

Jornalismo

Diversos fatores interferem no clima de um país tão grande como o Brasil. A posição geográfica (latitude), o tipo de relevo, a distribuição das chuvas, a distância do mar e até mesmo a poluição podem impactá-lo. De qualquer forma, existe um clima típico de cada local conforme a estação do ano em virtude das variações no deslocamento de ar. O Sudeste é mais seco devido a uma condição meteorológica chamada núcleo anticiclone subtropical. Esse fenômeno se aproxima do país nessa estação e traz uma massa de ar que impede a umidade de avançar, não favorecendo a formação de nuvens - ao contrário, mantém os dias ensolarados e secos, com ventos frios. Já a Região Norte é mais úmida no inverno por estar sob influência da zona de convergência intertropical. Ela causa chuvas, principalmente porque a região tem rios em abundância e vegetação densa. Embora no inverno a temperatura também diminua na Região Norte, ainda assim ela é mais alta do que no Sudeste, fazendo com que a água evapore e se formem nuvens.


Consultoria Emanuel Fernando Reis de Jesus, professor do Departamento de Geografia da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Pergunta enviada por Déborah Rodrigues, Uberaba, MG

continuar lendo

Veja mais sobre

Últimas notícias