Compartilhe:

Jornalismo

Os grupos sanguíneos são definidos pela presença ou ausência dos antígenos (proteínas) na superfície das hemácias (células vermelhas) e pelos anticorpos que produzem no contato com outras tipagens de sangue. De acordo com o sistema ABO, criado em 1901 por Karl Landsteiner (1868-1943), o sangue das pessoas é tipo A, B, AB ou O. Em uma transfusão, o sangue do doador precisa ser compatível com o do receptor porque o sistema de defesa deste tolera apenas os antígenos de hemácias do mesmo tipo das suas (leia o quadro abaixo). Até que os pesquisadores reconhecessem os tipos sanguíneos, muitos pacientes morriam depois de uma transfusão.

Como se explica a diferença dos tipos sanguíneos? Ilustração: Rika Onodera


Fonte Fernanda de Freitas Aníbal, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). 

Pergunta enviada por Willian Couto, Linhares, ES

continuar lendo