Crie sua conta e acesse o conteúdo completo. Cadastrar gratuitamente

Retrospectiva do ano: autoavaliação dos professores

Confira um pequeno roteiro para guiar a reflexão de como foi seu trabalho pedagógico em 2021

POR:
Selene Coletti
Crédito: Getty Images

Fim de ano é o momento ideal para fazer uma retrospectiva do seu percurso – seja ele pessoal ou profissional. É hora de olhar para trás e analisar os aspectos que deram certo e os que precisamos melhorar, assim como traçar novas metas a partir das nossas reflexões. E como fazer isso tudo, se não pela autoavaliação?

Muitos profissionais, assim como eu, utilizam a estratégia com os alunos para promover o protagonismo e o reconhecimento do que eles já sabem e o que ainda precisam saber – e os resultados obtidos são sempre positivos.

Neste clima de retrospectiva, a proposta é que nós, enquanto profissionais da Educação, possamos olhar para nossa trajetória e buscar os pontos positivos da nossa prática que queremos levar para 2022 e aqueles que precisam ser repensados para o próximo ano.

Como planejar o fechamento do ano

Nesta reta final de 2021, preparamos uma série de reportagens para ajudar professores e gestores a enfrentar os principais desafios para encerrar mais este ano atípico.


Roteiro para autoavaliação dos educadores

1. Como foi seu processo de (re)planejamento? É importante entender se as adequações feitas surtiram o efeito necessário para que a sua turma aprendesse. Avalie: você conseguiu planejar boas propostas acolhendo os diferentes níveis de aprendizagem da turma? Diante de tanta diversidade e dificuldades foi possível garantir as aprendizagens essenciais para 2021? Quais foram as atividades que foram mais significativas? 

Se você é professor de Anos Iniciais, os jogos, a reta numérica, atividades de contagem, dentre outras propostas relacionadas à alfabetização matemática, estiveram presentes na sua sala de aula? 

Se desenvolveu projetos durante o ano letivo, faça também a verificação se eles contribuíram, e de que forma, na aprendizagem dos alunos. Permitiu o avanço da turma como um todo e de cada uma das crianças?

Curso gratuito: como apoiar a equipe no replanejamento contínuo

Este curso apresenta sugestões para elaborar um instrumento de planejamento que inclua informações importantes. Entenda também o que deve ser considerado para adaptar o trabalho pedagógico a eventuais mudanças de contexto


2. Quais foram os desafios para a gestão de tempo?
Para que nosso planejamento surta os efeitos desejados, é necessário saber aproveitar o nosso tempo em sala com propostas significativas e fazer boas intervenções para promover o avanço dos alunos. Como foi esse trabalho este ano? O que é possível melhorar para o próximo ano e o que quer deixar de fazer? 

3. Quais foram as metodologias usadas? É importante também pensar se, em relação com 2020, conseguiu inovar nos métodos de ensino utilizados e experimentar outras dinâmicas em sala de aula. Pergunte-se se as estratégias (por exemplo, uso de metodologias ativas, recursos digitais e jogos) continuaram presentes na sua sala de aula após o retorno presencial. O que levou da reinvenção do ensino remoto para sua prática em sala de aula?

Trilha de cursos gratuitos: ensino híbrido

São seis cursos que tratam de forma organizada e prática de modelos de trabalho possíveis de serem realizados em salas de aula presenciais, híbridas e remotas


4. Os seus alunos puderam ser protagonistas?
Dar voz e espaço aos alunos é fundamental para compreender o que cada um sabe e pensa sobre o assunto que está sendo discutido. Permite, a partir desta escuta atenta, planejar o que necessita ser trabalhado e o como. Por isso, reflita: quais oportunidades propôs para que a criança estivesse no centro da aprendizagem? Se isto ainda não faz parte da sua ação, o que poderá fazer para reverter este quadro?

5. Como foram as avaliações neste ano? A forma de acompanhar o desenvolvimento dos alunos precisou ser adaptada para atender aos momentos presenciais e online. Por isso, faça uma verificação de como você realizou as avaliações. Aproveitou os dados obtidos para planejar os passos seguintes? Utilizou critérios avaliativos justos e democráticos para todos?

Como avaliar as turmas no fim de 2021

Confira reflexões sobre a avaliação das turmas em mais um ano atípico, oferecendo um roteiro e um modelo de planilha para organizar o encontro com a equipe e dicas para iniciar o planejamento para 2022.


6. Qual foi a estratégia adotada para registrar o percurso?
Existem diversas possibilidades e é fundamental o professor encontrar a que melhor funciona. É por meio dos registros que podemos redirecionar e melhorar aquilo que não está dando certo, mas, acima de tudo, enxergar nossos avanços.

Entenda se essa prática faz parte da sua rotina. Você o utiliza para analisar seus alunos, traçar o perfil da sala e rever suas estratégias? Se ainda não faz parte do seu cotidiano, entenda o que te impede de levar essa ação para sua prática e como é possível reverter essa situação no próximo ano.

7. De que forma se deu a relação com as famílias? Durante a pandemia, a parceria com os responsáveis foi essencial. Para finalizar o ano, pense: como foi essa relação? Foi possível perceber a importância de tê-los ao nosso lado?

Você pode estar pensando que há famílias que ficaram mais distantes durante este período. Infelizmente, nem tudo é um mar de rosas. Aproveite este momento de reflexão para lembrar quais foram os esforços realizados este ano para tentar se aproximar delas e o que é possível fazer para o próximo ano.

Como fortalecer a parceria com as famílias na Educação Infantil

Confira estratégias para aproximar as famílias e outros parceiros da escola dos princípios orientadores do trabalho pedagógico e difundir o que é qualidade na etapa.


Vem comigo nesse mergulho interior?

Estes são alguns aspectos que poderão nortear o seu processo de autoavaliação. Essas e outras perguntas podem te guiar para fazer essa reflexão. Suas conclusões podem ser registradas em um texto reflexivo, gravar um vídeo ou áudio. Esse material pode ser retomado na volta às aulas para planejar o próximo ano letivo e se preparar para os futuros desafios.

Vale lembrar que a autoavaliação deve ser uma constante – tanto da sua prática quanto de seus alunos. Se for a primeira vez que irá fazer essa análise, espero que ela possa ser sua companheira ao longo de 2022. Se quiser aprofundar-se um pouco mais clique aqui e veja também este outro roteiro para ajudar suas reflexões.

Espero que este momento permita a você não só rever-se profissionalmente, mas também pessoalmente. Perceba-se como pessoa que busca a superação. Conheça-se e continue se superando a cada ano que passa. Conte-me aqui nos comentários o que pensa sobre a autoavaliação.

Depois deste ano cheio de desafios, somos merecedores de férias, não é mesmo? Temos de aproveitar para nos desconectar da rotina para recarregar as energias e nos reconectar com nós mesmos.

Bom descanso, boas festas e até 2022!

Selene

Selene Coletti é professora há 40 anos na rede pública. Atuou na Educação Infantil e foi alfabetizadora por 10 anos, lecionando do 1º ao 5º ano. Em 2016, foi uma das ganhadoras do Prêmio Educador Nota 10, da Fundação Victor Civita, com o projeto “Mapas do Tesouro que são um tesouro”, na área de Matemática. Foi diretora de escola e recebeu, em 2004, o Prêmio “Gestão para o Sucesso Escolar”, do Instituto Protagonistes/Fundação Lemann. Atuou como coordenadora do Núcleo de Formação Continuada e também como formadora da Educação Infantil na Prefeitura de Itatiba (SP). Atualmente é vice-diretora da EMEB Philomena Zupardo, em Itatiba. 

Tags

Guias

Tags

Guias