10 conteúdos e planos de aula sobre letramento matemático

O contato com números, quantidades, medidas e valores também faz parte do mundo da alfabetização. Saiba como realizar esse trabalho com os alunos

POR:
Nairim Bernardo
Crédito: Getty Images

Está na Base Nacional Comum Curricular (BNCC): o Ensino Fundamental precisa assumir o compromisso com o desenvolvimento do letramento matemático (conhecido no passado como numeramento, numeracia ou alfabetização matemática). Trocando em miúdos, isso quer dizer explorar competências e habilidades como raciocínio, representação, comunicação e argumentação matemática - a partir disso, é esperado que crianças sejam capazes de estabelecer conjecturas, formular e resolver problemas variados, no contexto escolar e da vida cotidiana. 

É natural se sentir um pouco confuso sobre como pôr tudo isso em prática. Como apresentar os números, as medidas e as formas geométricas para as crianças? Até que ponto avançar nessas descobertas nos primeiros anos do Ensino Fundamental? No contexto remoto, ainda mais questionamentos surgem. Afinal, é preciso ficar de olho e tomar cuidado, apresentando propostas de atividades práticas para que a turma se envolva na resolução de problemas - e não fique simplesmente repetindo exercícios e mais exercícios.

Planeje as aulas de Matemática na volta à escola

Saiba como eleger prioridades para as aulas de Matemática na volta às escolas e veja sugestões de como lidar com possíveis defasagens da turma e de como trabalhar aprendizagens fundamentais para os alunos.


Confira abaixo uma série de materiais de NOVA ESCOLA para te ajudar a entender o conceito de letramento matemático e para conhecer sugestões de atividades e planos de aula que colocam o conceito prática de forma diversificada.

1. Letramento matemático para além dos cálculos

Para formar alunos letrados em Matemática é preciso incentivá-los a estar em ação durante a aula, a interagir com colegas e a elaborar conjecturas e hipóteses lançando mão de números e do raciocínio lógico. Conheça neste texto um histórico sobre o conceito de alfabetização e letramento matemático, como eles aparecem em estudos e documentos oficiais, como a BNCC, e confira estratégias para desenvolver a habilidade em sala de aula.

2. Como priorizar as habilidades matemáticas no processo de alfabetização?

Os dados de proficiência nas avaliações externas mostram números pouco animadores sobre a aprendizagem dos alunos em Matemática, o que pode se acentuar com as dificuldades causadas pela pandemia. Leia o texto e saiba quais habilidades propostas pela BNCC precisam ser priorizadas com o objetivo de garantir o letramento matemático das crianças e como trabalhá-las.

3. 14 materiais para decorar a sala e colaborar com a aprendizagem

Como está a empolgação com a volta às aulas presenciais? Muitos docentes se empenham para decorar o espaço físico da escola e fazer isso com intencionalidade pedagógica é essencial. Calendário de aniversariantes, relógios e calculadoras são exemplos de suportes que contribuem para um primeiro contato com a matemática. Saiba como esses e outros materiais podem ser utilizados na alfabetização matemática através do brincar, do imaginar e do expressar-se.

Cursos Matemática na BNCC: Desenvolvendo o letramento matemático

Aprofunde-se nos significados do letramento matemático e conheça as sugestões metodológicas trazidas pela BNCC como a resolução de problemas, a investigação, o desenvolvimento de projetos e a modelagem serão discutidos.

4. Vídeo: como fazer a alfabetização matemática das crianças

Avaliação diagnóstica, grupos heterogêneos, aplicação de jogos, nível de dificuldade dos desafios propostos em sala de aula, qualidade dos materiais disponíveis: estes são alguns dos desafios enfrentados pelos professores para fazer o letramento matemático dos alunos. Assista ao bate-papo com Camilla Schiavo, mestre em Educação Matemática pela Universidade de São Paulo (USP) e formadora de professores, e conheça respostas para as principais dúvidas sobre o tema.

5. Jogos incríveis e simples para a alfabetização matemática

O conceito de alfabetização matemática ainda parece estranho para você? A professora alfabetizadora Mara Mansani compartilha o caminho formativo que percorreu para que o termo deixasse de ser desconhecido e se tornasse mais familiar para ela. Mara também fala sobre um passo a passo para ser realizado com os alunos em uma atividade que envolve construção coletiva e um jogo de tabuleiro.

6. Sugestão de atividade: criando e contando coleções

Indicado para:
1º ano do EF

Esta é uma sugestão ideal para o ensino remoto, uma vez que os alunos devem partir da ideia de coleções para desenvolver noções básicas sobre o sistema decimal. A proposta é que a atividade seja feita em casa e com o apoio da  família utilizando objetos cotidianos como folhas de papel, lápis, palitos de dentes, bananas, velas e o que mais a criatividade e o contexto permitir. Como fechamento, as crianças serão desafiadas a aplicar seus conhecimentos sobre contagem ao completar os números que faltam em um jogo online.

7. Números como código de identificação

Indicado para: 1º ano do EF

Para que servem os números? Este plano de aula apresenta uma série de atividades para que, com a orientação docente, os alunos descrevam situações do dia a dia em que são utilizados os números e compreendam que eles têm funções diferentes em cada contexto. Além disso, a turma vai aprender a diferenciar os usos de números: quando servem para contagem, medida e ordenação e códigos de identificação.

8. Geometria espacial com embalagens e massinha

Indicado para: 1º e 2º anos do EF

“Como são as faces de um cubo? Quantos quadrados são necessários para construirmos um cubo?”. Convidar os alunos a levantar hipóteses sobre isso é uma boa pedida para trabalhar com alunos do dos primeiros anos do Ensino Médio em uma atividade de geometria. Saiba como uma professora utilizou materiais baratos como palitos de churrasco (sem pontas), palitos de dentes, embalagens comuns de papelão, jujubas e massinha para que os estudantes pudessem conhecer e estabelecer comparações entre os sólidos geométricos.

Inspire-se no ensino híbrido para criar aulas de Matemática

Saiba como utilizar modelos do ensino híbrido como a rotação por estações para planejar aulas de Matemática, remotas ou semi-presenciais, sobre grandezas e medidas.

9. Construindo um pensamento probabilístico

Indicado para:
1º e 2º anos do EF

Cálculos complexos sobre probabilidade são desenvolvidos no Ensino Fundamental 2 e Médio, mas ainda no Ensino Fundamental é possível e interessante estimular a aprendizagem do tema por meio da manipulação e da experimentação. Nesta sugestão de atividade, a ideia é utilizar algarismos de 1 a 9 para realizar sorteios e registrar o que é possível acontecer em cada rodada.

10. R$ 50,00 e R$ 5,50?

Indicado para:
1º ano do EF

Por mais que ainda não ganhem o próprio dinheiro, as crianças provavelmente já viram os pais manipulando dinheiro em casa ou no comércio. Explore um plano de aula são que tem como objetivos fazer a turma explorar relações entre as cédulas e moedas do Sistema Monetário Nacional e compor e decompor valores. A sugestão é que o professor disponibilize para a meninada imitações de cédulas e de moedas para que todos tenham acesso a um material semelhante ao que é usado pelas pessoas no cotidiano.

Tags

Guias

Tags

Guias