Alfabetização: 5 atividades para estimular leitura e escrita no Google Jamboard

Entenda como construir uma prática de alfabetização no formato digital a partir da lousa do Google, e confira sugestões de atividades que podem contribuir para a aprendizagem dos alunos no ensino remoto ou híbrido

POR:
Mara Mansani
Crédito: Getty Images

Um grande questionamento que nós professores temos enfrentado desde a chegada da pandemia é: como planejar e elaborar atividades de alfabetização no formato digital, fazendo um bom uso dos recursos tecnológicos? É importante buscarmos atividades que possam ser utilizadas tanto em aulas on-line, quanto como complementação e apoio ao ensino híbrido, e que ainda sejam alinhadas ao currículo e possíveis de serem realizadas pelas crianças, contribuindo, assim, para o seu processo de aprendizagem.

Balancear tudo isso é um desafio e tanto, ainda mais porque a grande maioria de nós não teve a formação necessária para ferramentas digitais, o que pode gerar um certo medo. De qualquer forma, devemos ter uma coisa sempre em mente: nesse longo período de pandemia, época de verdadeiras reinvenções na educação a partir das nossas necessidades, quantas descobertas e aprendizados nós educadores já não estamos realizando, não é mesmo?

Demonstramos, mais do que nunca, muita capacidade e criatividade – e por isso, trago aqui mais algumas sugestões para intensificar o nosso trabalho com recursos tecnológicos e alfabetização, dessa vez utilizando mais uma das ferramentas do Google para a Educação, o Jamboard. 


5 atividades para realizar com o Google Jamboard

Compartilho aqui com vocês uma proposta de prática de alfabetização em que as atividades são criadas e aplicadas com o uso da lousa digital gratuita do Google, o Jamboard. Você vai ver que é muito mais fácil do que poderia imaginar. Com o uso desse recurso, é possível criar atividades interativas, como de leitura, escrita, e tantas outras possibilidades, todas de fácil acesso e entendimento por parte das crianças e de suas famílias, e que podem ser realizadas com o uso de celular ou computador.

Apresento, então, cinco atividades, que já fazem parte da nossa rotina na alfabetização e que agora possuem essa versão digital. Você pode utilizá-las em suas aulas on-line, compartilhando por meio de um aplicativo para aulas virtuais síncronas, como por exemplo, Teams ou Google Meet. Além disso, essas atividades podem ser disponibilizadas de maneira assíncrona, para as crianças estudarem no contexto remoto, com o apoio das famílias. Todas as atividades aqui apresentadas foram criadas com recortes de imagens da internet e muita criatividade.

Caso você não tenha muita familiaridade com a ferramenta, você pode acessar um tutorial exclusivo e gratuito elaborado por NOVA ESCOLA nesse link. Vale ressaltar que para as crianças poderem realizar as atividades de maneira interativa no Jamboard, é preciso selecionar algumas opções no botão ‘Compartilhar’, dentro do próprio aplicativo – caso tenha dúvidas, confira aqui uma breve explicação das opções de compartilhamento. Por fim, não se preocupe caso a criança acidentalmente apague alguma coisa, porque é possível recuperar a versão anterior da atividade dentro do Jamboard. Vamos às atividades?

Trilha de cursos: Intensivo de Alfabetização

NOVA ESCOLA preparou um intensivo com 60h de formação dividido em dois cursos, para você incluir definitivamente as Metodologias Ativas em suas aulas para alfabetizar seus alunos

Atividade 1- Leitura: as partes do rosto

Foto: Reprodução/acervo pessoal Mara Mansani

Nessa atividade, as crianças formam o rosto do personagem, movimentando as partes do rosto (olhos, nariz, boca, etc), com o dedo, se estiverem no celular, ou com o cursor do mouse, se no computador. Depois, devem ler os nomes e, da mesma forma, movimentar e colocar cada um junto com a respectiva parte.

Essa atividade explora palavras dentro de um mesmo campo semântico, o que encaminha e facilita a reflexão da criança quanto ao que pode estar escrito. Para ser usada na aula on-line, envie o link do Jamboard para os seus alunos, que podem realizar a atividade coletivamente e com as suas intervenções e orientações.

Sugestão: em uma aula on-line anterior, apresente e explore com as crianças a lousa digital, testando todos os elementos, que são super fáceis de usar, principalmente os de escrita. Eles vão rabiscar, desenhar e escrever, todo mundo junto. Geralmente elas adoram, pois é realmente muito divertido. Depois, faça os combinados para um bom uso da ferramenta do Google na atividade de leitura – isso vai preparar as crianças para a realização na semana seguinte.

Além disso, é importante reforçar que existe a possibilidade de fazer cópias da atividade do Jamboard, colocando em cada Jam (quadro em branco na lousa) o nome de um aluno, que pode então entrar na lousa digital e fazer a atividade no seu respectivo quadro; dessa forma, você pode analisar a participação de cada um individualmente. Esse formato é interessante por permitir que as atividades sejam feitas em momentos assíncronos, fora do horário de aula – para isso, basta primeiramente orientar as famílias para aplicação da atividade.

Atividade 2 - Leitura: ordenando a parlenda

Foto: reprodução/acervo pessoal Mara Mansani

Para essa atividade, sugeri escrever os versos da famosa parlenda separadamente, para que as crianças possam movimentar cada verso, ler e ordenar o texto a partir de sua memória. Outra possibilidade, para alunos que estão em outra fase da leitura, é oferecer a parlenda em palavras separadas, ao invés de versos. Avançando ainda mais, você pode propor uma atividade de escrita, sugerindo que as crianças escrevam as palavras que faltam na parlenda.

Atividade 3 - Leitura: a cestinha da Chapeuzinho

Foto: reprodução/acervo pessoal Mara Mansani

Essa atividade também explora a leitura dentro de um mesmo campo semântico. Caso esteja em uma aula síncrona on-line, você pode ditar a palavra e ir acompanhando a leitura de cada aluno em seu Jamboard. A partir disso, você pode pensar em construir atividades assim baseadas em outras obras da literatura: imagine quantas possibilidades de se explorar o trabalho com livros aliado a essa ferramenta do Google!

A escola após a pandemia: como conduzir o retorno às aulas

Quais propostas priorizar, levando em conta a Base Nacional Comum Curricular (BNCC)? Como acolher os estudantes diante das experiências que viveram? De que forma envolver as famílias e o grupo de professores para fortalecer a escola? Esse curso busca responder a essas e outras perguntas


Atividade 4 - Escrita: nomes próprios

Foto: reprodução/acervo pessoal Mara Mansani

Nessa atividade, as crianças usam as ferramentas para escrita que estão disponíveis no Google Jamboard, para desenhar e escrever os nomes próprios. Uma boa sugestão é enviar o link para que elas façam a atividade fora da aula on-line, de maneira assíncrona, escrevendo de acordo com as suas hipóteses de escrita. Depois disso, quando os estudantes enviarem as atividades de volta, salve as escritas, fazendo o download em formato PDF – assim, você consegue registrar o processo de desenvolvimento da escrita dos alunos. Posteriormente, em uma aula on-line síncrona, você pode ir fazendo intervenções com cada criança, ou mesmo trabalhar de forma coletiva, de modo que todos consigam escrever de forma alfabética.

Atividade 5 - Escrita: nomes de frutas.

Foto: reprodução/acervo pessoal Mara Mansani

Essa atividade de escrita também explora palavras dentro de um mesmo campo semântico. Ela pode ser feita coletivamente na aula on-line, em que as crianças escrevem os nomes das frutas que estão nas imagens e outras que quiserem escrever, utilizando as ferramentas de escrita do Jamboard. Trata-se de uma ótima atividade para fazer boas intervenções pedagógicas para que as crianças avancem na aprendizagem.


Sugestão extra: auditório

Outra atividade que contribui muito nesse processo é a atividade de auditório, também planejada para se fazer on-line. Nessa proposta, é preciso compartilhar a tela do Jamboard, que as crianças também terão acesso pelo link que você mandar. A seguir, você deve criar um contexto, uma história, com as crianças, com o objetivo de praticar a escrita – por exemplo, a elaboração de uma lista de compras de supermercado para a família.

Então, convide uma criança para escrever na lousa um item da lista que você irá ditar, como ‘bolachinha’. Ela escreve, você faz boas perguntas para que todos reflitam sobre a escrita, e convida os outros alunos para que, se necessário, façam os ajustes na escrita da palavra, até que cheguem à escrita alfabética. Nessa atividade, a ideia é que as palavras não sejam apagadas: você pode copiar a escrita para que a outra criança faça os ajustes – dessa forma, é possível armazenar os registros, e todos vão refletindo sobre as escritas. Dica: para essa atividade, vá chamando as crianças que estejam em hipóteses de escrita próximas.

Como puderam perceber, são inúmeras as possibilidades de se criar práticas com o uso desse recurso tecnológico, mas não podemos perder o foco da nossa intencionalidade pedagógica, e das necessidades de aprendizagem dos nossos alunos de acordo com nosso currículo, entendendo que esses recursos são instrumentos de apoio e de desenvolvimento para a aprendizagem.

Agora é com você, experimente criar utilizando a lousa digital! E se você já faz uso do Jamboard ou de outro recurso tecnológico, compartilhe conosco aqui nos comentários. Espero que aproveitem as minhas sugestões e se inspirem para criar as suas. No link abaixo, vocês podem conferir todas as atividades que sugeri – sintam-se à vontade para experimentar, interagir e ver como funcionam. 


Um grande abraço a todos e até a próxima!

Mara Mansani

Mara Mansani é professora há quase 30 anos, lecionou em vários segmentos, da Educação Infantil ao 5º ano do Ensino Fundamental, passando também pela Educação de Jovens e Adultos (EJA). Em 2006, teve dois projetos de Educação Ambiental para o Ensino Básico publicados pela ONG WWF, no livro “Muda o Mundo, Raimundo”. Em 2014, recebeu o Prêmio Educador Nota 10, da Fundação Victor Civita, na área de Alfabetização, com o projeto Escrevendo com Lengalenga.

 

Tags

Guias

Tags

Guias

Tags

Guias