Projeto de robótica com sucata trabalha conhecimentos de diferentes áreas e a conscientização ambiental

Proposta está baseada nos princípios da aprendizagem criativa, da cultura maker e da metodologia STEAM, que reúne Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática

POR:
João Paulo Falcão
Crédito: Getty Images

Neste mês, no dia 5 de junho, comemoramos o Dia Mundial do Meio Ambiente. Pensando nisso, gostaria de compartilhar com vocês um projeto que iniciei em 2017: o Robótica Sucational. Ele revolucionou minha prática pedagógica! Considero que, com ele, parei de lecionar Matemática e passei a vivenciar aulas de criatividade. Foi naquele momento que eu me tornei educador! 

O Robótica Sucational, ou simplesmente Sucational, tem a proposta de dinamizar as aulas, sem gastar nada ou gastando muito pouco. O projeto consiste em coletar, desmontar, selecionar e reaproveitar componentes eletrônicos - como motores, engrenagens, sensores, LEDs, placas de computadores, rádios e videogames antigos - como forma de estimular a reciclagem e despertar a consciência ambiental na comunidade escolar. 

A metodologia utilizada é a STEAM, que reúne Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática. Envolve também a aprendizagem criativa e a cultura maker, que vêm auxiliando de forma positiva o processo de ensino-aprendizagem e o pleno desenvolvimento dos estudantes.

Steam: a abordagem pedagógica que mistura as disciplinas

Entenda o que é a metodologia, como planejar uma proposta STEAM e conheça exemplos de como ela acontece na prática.

Atualmente, o projeto acontece na Escola Municipal Pedro Carnaúba, em Viçosa (AL) e em mais quatro instituições privadas nos municípios alagoanos de Arapiraca, Barra de São Miguel e Palmeira dos Índios, onde leciono Matemática para o Ensino Fundamental 2. Desde o seu início, mais de 3 mil estudantes já foram impactados diretamente, além de serem multiplicadores da prática. Cerca de 3,5 toneladas de resíduos eletrônicos, pontos de coleta espalhados pelas cidades, prêmios, reportagens e convites para eventos são alguns outros frutos desse trabalho.

Ao desenvolver o projeto, refleti sobre o quanto a tecnologia encanta e desperta a curiosidade dos jovens, ao mesmo tempo que evolui de forma acelerada. A cada dia surgem novidades que nos fazem questionar sobre o que fazer com os equipamentos que ficam obsoletos e não serão mais utilizados. Não é bom trocar os eletrodomésticos? Mas o que fazer com os antigos?

Muitos desses equipamentos são guardados em gavetas, deixados de lado em algum canto da casa ou, ainda, jogados de modo incorreto e de forma irresponsável em um lixo comum. Ao serem descartados de forma inadequada, eles ocasionam sérios problemas ao meio ambiente, pois contêm metais altamente tóxicos e prejudiciais à natureza e à saúde dos seres vivos. Mas, com criatividade, podemos dar um outro destino a eles!

Colocando a mão na massa

Depois desta apresentação inicial, você deve estar se perguntando como iniciar o Sucational em sua instituição. E em tempos de pandemia, será que isso é possível? Minha resposta é sim! Toda caminhada começa pelo primeiro passo. Então, inicie pela sua turma, depois mobilize a instituição e engaje os pais nas construções. É importante contar com parceiros, pois você precisará de pessoas ou de uma empresa para recolher os resíduos que não lhe servirem!

Use a ciência do cotidiano para desafiar a garotada

Entenda como instigar a curiosidade dos alunos de Fundamental 2 sobre o método científico apresentando a eles a ciência que está presente no cotidiano e convidando-os a pôr a mão na massa, fazer experimentos em casa.


Três sugestões de protótipos interessantes para o início com a metodologia STEAM são um autômato - sugiro “O homem moedor de grãos”; uma catapulta simples; e um ventilador. Lembre-se que, se os estudantes estão em casa, as construções não devem ser complexas.

O Homem moedor de grãos é montado com pedaços de papelão, um rolo de papel higiênico, um canudo feito de papel e um palito de churrasco. Com esses materiais, conseguimos criar uma invenção que relaciona conhecimentos da História, já que este protótipo foi encontrado por volta de 2000 a.C. É possível estudar os acontecimentos do período e como eles se relacionam com a invenção. As medidas e figuras planas desenhadas no papelão se relacionam com conteúdos matemáticos.

No caso da catapulta, o aluno precisará de dois palitos de dente, uma tampinha de garrafa pet, cola-quente, 10cm pedaço de fita adesiva e um palito de churrasco de 3cm. Neste protótipo, podemos relacionar com geometria nas aulas de Matemática e nas de Física, conceitos de lançamento horizontal e o Princípio de Arquimedes.

Para montar o ventilador, será necessária uma fonte queimada de computador de mesa – é possível procurar com a comunidade escolar pessoas que tenham em casa e possam doar para a escola. Dela, aproveitaremos o cooler. Também serão necessárias pilhas para a alimentação e uma chave gangorra (liga/desliga). É possível falar sobre eletrônica, meio ambiente, energia limpa, entre outros conteúdos curriculares.

Ao desenvolver esse projeto, minha motivação e o meu maior desejo é tornar o aluno protagonista do processo educativo, estimular a sua curiosidade e criatividade e trazê-lo de modo completo para o âmbito escolar. Isso está baseado na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), no artigo 2º, quando diz que uma das finalidades da Educação é o pleno desenvolvimento do educando. Também encontra respaldo na teoria construtivista de Piaget, no sócio-interacionismo de Vygotsky, no construcionismo de Papert e na aprendizagem criativa de Mitchel Resnick. Acredito que podemos transformar a aprendizagem em algo divertido, tendo os princípios científicos e tecnológicos acessíveis a todos!

João Paulo Falcão.

João Paulo Falcão é professor de Matemática desde 2001. Leciona na rede pública e privada de Viçosa (AL), é licenciado em Matemática pela Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC EAD). Pós-graduado em psicopedagogia institucional, no Centro Universitário Cesmac. Atuo na educação desde 2001. Leciona em escola públicas e particulares.

Tags

Guias

Tags

Guias

Tags

Guias