5 livros para trabalhar as habilidades socioemocionais

Confira sugestões de obras ilustradas para levar para a turma

POR:
Duda Oliva
Crédito: Duda Oliva/Acervo Pessoal

"Espere… espere… espere". Esta repetição faz parte do livro "Se você quiser ver uma baleia", de Erin Stead e Julie Fogliano, e é um mantra que recito dia após dia há mais de um ano. Enquanto esperamos pelo momento em que poderemos nos reencontrar sem medo do contágio, é importante não deixar de cuidar do aspecto emocional dos alunos. As habilidades socioemocionais, além de serem fundamentais para a formação plena das crianças, podem ser ferramentas para enfrentar as dificuldades e pressões do cenário atual.

Para mim, os livros ilustrados sempre foram um passaporte para lugares distantes. Seja pelas imagens, pelo texto ou pelo encontro de ambos, estas obras muitas vezes trazem narrativas que nos acolhem, despertam e inspiram a olhar para fora. O livro de Erin e Julie nos pede para esperar para poder ver baleias no horizonte. 

Para te ajudar nessa viagem, separei cinco livros ilustrados que se relacionam com diversas habilidades socioemocionais. Confira: 

Jane, a Raposa e Eu, de Isabelle Arsenault e Fanny Britt (WMF Martins Fontes)
Habilidades relacionadas: Autoconfiança e Autoconhecimento

Nesta obra, a autora Isabelle Arsenault  vai contra a corrente dos livros infantis que, muitas vezes, romantizam a infância e colocam os pequenos como naturalmente bons e empáticos. Ela conta a história de uma menina que, por causa do bullying e exclusão dos colegas, sofre de baixa autoestima e começa a ver a si mesma como alguém indesejável. 

Com ilustrações em lápis e aquarela, a artista utiliza o contraste de linhas escuras no papel branco para retratar o dia a dia das opressões sofridas pela personagem. Em oposição, cria elementos coloridos para representar os momentos de paz interior e a busca por autoconhecimento da protagonista. O livro tem a estrutura de uma novela gráfica e pode ser um convite para os mais velhos se aventurarem em obras ilustradas. 

Como trabalhar Autoconhecimento e Autocuidado na creche

As duas fazem parte das competências gerais da BNCC. Entenda como ela pode ser desenvolvida em atividades do cotidiano da escola ou em casa, em parceria com a família.

Daqui ninguém passa, de  Isabel Minhós Martins (texto) e Bernardo P. Carvalho (ilustrações) (SESI-SP Editora)
Habilidades relacionadas:  Abertura para o novo e Pensamento Crítico

Na história, existe um muro que ninguém pode ultrapassar. Dia e noite, um militar perambula pela fronteira gritando com todos e proibindo um lado de conhecer o outro. Até que um dia a bola de um garoto vai parar do outro lado e na busca pelo brinquedo o muro fica menor

Com traços divertidos e feitos a canetinha, o ilustrador português Bernardo Carvalho faz alusão ao autoritarismo e o fascismo para nos fazer refletir sobre regras impostas e visões de mundo restritas. É um livro que traz a necessidade de ter um pensamento mais crítico. 

Triz, de Leo Lionni (Livros da Matriz)
Habilidades relacionadas: Cooperação e Sociabilidade

“Um dia um grande atum devorou vários dos amigos de Triz, um peixinho esperto e muito rápido que conseguiu fugir desta tragédia. Na fuga, ele atravessa o mar e encontra outras espécies e cardumes, e descobre que se ele e os demais peixes trabalharem juntos poderão vencer os assustadores atuns”. Essa é a premissa do livro Triz. É uma fábula sobre a força do trabalho em equipe e da criatividade na superação das adversidades. Leo Lionni utiliza técnicas mistas de ilustração para apresentar a biodiversidade marítima enquanto usa as cores para despertar a atenção dos pequenos e conduzir essa viagem ao fundo do mar.

Leitura e contação de histórias em casa

Saiba como orientar e incentivar as famílias a vivenciarem bons momentos de leitura em casa com as crianças de Fundamental 1 durante a pandemia.

Se você quiser ver uma baleia, Julie Fogliano (texto) e Erin E. Stead (ilustrações) (Pequena Zahar)
Habilidades relacionadas: Persistência e Resiliência

“Você já viu uma baleia? Você não precisa de muito pra encontrar uma: basta ter uma janela, quem sabe um oceano e - principalmente - tempo para esperar e para olhar”. Com uma singela pergunta, o livro conta o que o leitor precisa fazer para encontrar o grande mamífero dos mares. A história dialoga com o momento atual. Com o distanciamento social, estamos olhando o mundo pelas nossas janelas da mesma forma que o protagonista do livro pacientemente observa para fora esperando as baleias. É uma história que pode ajudar a pensar e refletir com os alunos a importância da resiliência durante a pandemia.

A união das ilustrações com o texto permite diferentes interpretações para as "instruções" do livro, e podem ser um passaporte para um mundo mais amplo das sensações e sentimentos. 

Eu e meu medo, Francesca Sanna (Vergara e Riba Editora)
Habilidades relacionadas: Empatia e Tolerância

Todos nós temos um minúsculo amigo chamado Medo. Ele está conosco quando conhecemos algo novo, quando é preciso tomar cuidado ou quando não nos sentimos à vontade. Mas o que fazer quando ele cresce tanto que nos impede de falar com as pessoas e descobrir coisas novas?

De forma equilibrada entre o cômico e o sensível, a autora Francesca Sanna conta a história de uma garota estrangeira cujo medo a impede de fazer novos amigos ou mesmo sair de casa. Apesar de ser um tema delicado, a narrativa cria a oportunidade para incentivar as crianças a compartilharem algumas de suas aflições e receios.

O que achou das indicações? Conhece outros livros sobre o assunto? Nos conte nos comentários! 

Um abraço e até a próxima, 

Duda Oliva, ilustrador e designer de NOVA ESCOLA

Tags

Guias