Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Notícias
01 de Dezembro de 2011 Imprimir
5 4 3 2 1

Sempre devo usar vírgula antes da palavra "mas"?

Nova Escola te ajuda a tirar dúvidas sobre a Língua Portuguesa

Por: Gabriela Portilho, Bruna Nicolielo

Depende. A palavra "mas" é uma conjunção, ou seja, sempre ligará duas orações. Há três grandes situações em que ela pode ser empregada. Veja como se dá o uso da vírgula em cada uma delas:

1) Relação de oposição entre as orações

A vírgula é obrigatória quando a conjunção "mas" marca uma oração coordenada adversativa, que indica essa relação de oposição entre as unidades ligadas. A regra também vale para outras conjunções, como "porém" , "todavia" e "entretanto". Exemplos:

Faz frio, mas não nevou.

Muitos reclamam que não são ouvidos, mas poucos se dispõem a ouvir os colegas.

OBS: Não é necessário o uso de duas ou mais conjunções para expressar uma só oposição. Exemplo:

O relatório ficaria pronto hoje, mas entretanto vai atrasar. Formas corretas: O relatório ficaria pronto hoje, mas vai atrasar ou O relatório ficaria pronto hoje, entretanto vai atrasar.

2) Ideia de adição

Quando tivermos não apenas a locução "mas" mas também uma construção que some ideias, como o "mas também", a vírgula é facultativa. Exemplos:

Naquele ano, não só o Palmeiras mas também o Corinthians foram desclassificados.

A professora não apenas consultou os alunos, mas também mudou sua programação de acordo com as sugestões que recebeu.

3) Início da frase e orações intercaladas

Lembremos que o "mas" serve sempre para ligar duas orações. Portanto, ele só vem no início da frase em contextos muito específicos (como o exemplo abaixo, que traz duas orações intercaladas pelas vírgulas), ou em textos literários. Exemplo:

Mas, disse ela, não saio daqui sem meus filhos. Ordem direta: Ela disse "Mas não saio daqui sem meus filhos". (Neste caso, a vírgula antes do "mas" não é necessária porque ele não cria relação de oposição com o que está escrito antes)

OBS: Não é necessário usar vírgula depois do "mas" quando ele aparece de forma direta, ou seja, entre orações. A conjunção "mas" nunca vem entre vírgulas, em nenhum contexto. Diferente de "entretanto", que tem o mesmo significado e permite as vírgulas. Exemplo:

Eu gostaria de ficar, mas, tenho compromisso. Forma correta: Eu gostaria de ficar, mas tenho compromisso.

Sempre devo usar vírgula antes da palavra "mas"?

 

Veja outras dicas sobre a Língua Portuguesa na página S.O.S. Português

Consultoria Arlete Bannwart Vieira, professora aposentada e consultora de alunos do Ensino Médio do Colégio Stockler, em São Paulo, e Dílson Catarino, professor de Gramática da Língua Portuguesa, Literatura e Redação.

Pergunta enviada por Célia Nunes Cunha Alves, Rio de Janeiro, RJ

Tenha acesso a conteúdos e serviços exclusivos
Cadastre-se agora gratuitamente
Cadastrar