Aula ao vivo: conheça 4 ferramentas e dicas de como utilizá-las

Formato de aula ganhou espaço no planejamento de muitos professores durante o ensino remoto e plataformas trazem funcionalidades complementares para apoiar a interação

POR:
Victor Santos
Foto: Getty Image

Interagir em tempo real, formar grupos, compartilhar a tela… São muitas as possibilidades oferecidas por plataformas como o Google Meet, YouTube, ou até mesmo os já muito utilizados WhatsApp e Instagram. Com elas, os professores têm realizado atividades e aulas online. Além de deixar a aula mais atrativa e aumentar a participação da turma, há diversas funcionalidades complementares disponibilizadas por elas, como fazer enquetes em tempo real! 

Tem dúvidas sobre qual é a melhor ferramenta para usar sua aula ao vivo? Então veja nossas dicas, o passo a passo e as principais funcionalidades de cada uma delas.

Quer aprofundar seus conhecimentos nas ferramentas digitais?

Conheça nosso manual com mais de 100 dicas sobre plataformas que vão te ajudar a planejar e inovar sua aula. É gratuito!

Quais ferramentas utilizar
Você pode experimentar ferramentas tradicionais de comunicação que oferecem a possibilidade de uso de vídeos, como o WhatsApp e o Facebook Messenger, e pode ainda testar ferramentas específicas de videoconferência como o Zoom, o Microsoft Teams e o Google Meet (mais detalhes sobre o Meet abaixo).

Quais principais cuidados e combinados
É importante criar um combinado de que todos os estudantes devem manter os seus microfones sem som, para não causar uma explosão de vozes durante a aula. Pode-se ainda criar regras para organizar quem fala primeiro ou de quem é a vez, por exemplo, mas isso deve ser combinado previamente.

Como mediar as aulas
A mediação pode assumir diversas formas, como por meio de interações nos chats das ferramentas, parcerias com outros docentes que podem atuar como moderadores, ou ainda, por meio de atividades, tais como listas de exercícios e atividades colaborativas utilizando o Google Docs, por exemplo, para acompanhar e intervir com comentários na atividade. A interação com os alunos continua essencial. Uma boa dica é combinar códigos – por exemplo, para perguntas diretas, tenham um gesto para “Sim” e outro para “Não”. Já o gesto de erguer o braço para tirar dúvidas pode continuar funcionando – o professor pode liberar que o aluno “desmute” o microfone (ativar o microfone), sempre se atentando para desligar o som novamente assim que o aluno encerrar sua fala.

GOOGLE MEET

Como iniciar uma reunião pelo Google Meet
Faça login no seu Gmail. Em seguida, selecione o ícone dos vários pontinhos no canto superior direito, e escolha a opção Meet (um ícone de câmera). Outra opção é acessar direto o endereço https://meet.google.com/ e logar com seu Gmail (conta Google). Depois disso, clique em “Nova reunião” e “Iniciar uma reunião instantânea”. Você terá acesso à visualização de sua própria imagem – habilite a câmera e o microfone nos seus respectivos ícones e clique em “Participar agora”.

Como agendar e convidar pessoas para uma reunião
Um dos caminhos é acessar https://meet.google.com/, clicar em “Nova Reunião” e “Programar no Google Agenda”. Na página que se segue, é possível selecionar dia, horário, duração da reunião e adicionar convidados. O link para a reunião fica disponível ali. Outra possibilidade é dentro do próprio Classroom: na aba “Atividades”, há um botão que redireciona para o Google Agenda. Clicando em “+ Criar”, é possível agendar uma reunião incluindo uma videoconferência via Google Meet.

Como adicionar pessoas em uma reunião
Quando você começa uma reunião pela página do Google Meet, clique em “Nova reunião” e, depois, em “Iniciar uma reunião instantânea”. Abrirá uma janela com a instrução “Adicionar outras pessoas” – é só adicionar os e-mails. Caso tenha fechado essa janela inicial, sem problemas: clique no ícone de pessoas no canto superior direito, e depois em “Adicionar pessoas”.

Novas funcionalidades do Meet

Desde outubro, o Google Meet permite criar enquetes e perguntas e respostas durante uma conversa ao vivo. Para usar a funcionalidade (representada pelos ícones de um triângulo, um quadrado e um círculo), é só clicar no ícone ao lado do chat, no canto direito. Apenas o organizador do evento tem autorização para usar estes recursos durante a chamada e abrir para outros participantes responderem.  

Os dados (perguntas, respostas) da chamada de vídeo são enviados para o e-mail do organizador ao final.

Como regular microfone e câmera e sair/remover pessoas da reunião
São três pequenos ícones, localizados no menu inferior da sua ligação (se sumir, basta mover o cursor que eles reaparecem). O primeiro botão serve para ativar ou “mutar” o microfone (deixar o microfone mudo), o segundo desliga a ligação, já o terceiro ativa ou desliga a câmera. A pessoa que convidou as demais para a reunião tem as funções de moderador e pode fixar participantes, silenciar o microfone de todos e remover pessoas da conversa. Esses recursos aparecem clicando no ícone de pessoas, e na aba que se abre do lado direito, basta selecionar o participante e realizar essas ações, nos ícones que aparecem sob o nome da pessoa. 

Como alterar o layout da conversa
A alteração do layout e de outras configurações estão disponíveis clicando nos três pontinhos do menu inferior, e depois selecionando “Alterar layout”. Pode-se optar pelas opções “Barra lateral”, “Destaque” e “Mosaico” – esta última permite visualizar todos os presentes de uma só vez. 

Como compartilhar a tela
Para compartilhar algum documento ou slide com os seus alunos que estiver na tela do seu computador, é simples: na barra inferior da sua ligação (se ela sumir, basta mover o cursor que ela reaparece), clique em “Apresentar agora”. Dá para compartilhar a tela inteira, uma janela ou até mesmo uma guia do navegador Google Chrome.

Como gravar a chamada e salvar as mensagens do chat
Esse recurso está disponível em apenas alguns planos do pacote de serviços GSuite do Google. Caso seja o seu caso, após clicar nos três pontinhos da barra inferior da sua ligação, clique em seguida em “Gravar reunião”, e pronto! Ao encerrar essa gravação, o vídeo é automaticamente enviado para uma pasta no seu Google Drive. Caso você e seus alunos utilizem o chat durante a gravação no Meet – clicando no ícone de balãozinho, no canto superior direito –, esse conteúdo também fica gravado e armazenado em formato de um arquivo de texto no Drive. 

YOUTUBE

Como fazer uma live
Em primeiro lugar, é preciso criar uma conta no YouTube. Como a plataforma é vinculada ao Google, assim que estiver logado na sua conta Google e acessar o site do YouTube, basta clicar no ícone “criar”, com símbolo de câmera, no canto superior direito, e seguir o passo a passo para realizar uma transmissão ao vivo. Ao final, o YouTube vai salvar o vídeo do streaming e disponibilizá-lo no seu canal, que pode ser editado. 

INSTAGRAM

Como fazer uma live
Em primeiro lugar, é preciso criar uma conta no Instagram. Depois, já logado, clique no ícone de câmera, localizado acima do pequeno círculo “Seu story”. Selecione a opção “Ao vivo” no menu inferior e clique em “Transmitir ao vivo”. Se quiser adicionar um convidado, clique no ícone com dois rostos no menu inferior e selecione a pessoa que deseja incluir na live.  

FACEBOOK

Como utilizar o Messenger Room (Sala)
O Messenger Room, ou Sala, foi criado durante a pandemia da covid-19. A página inicial já oferece um atalho para criar uma sala, o caminho é selecionar a opção “Criar publicação” e, depois, clicar em “Criar sala”, e pronto: você cria uma sala de conversa de vídeo que permite adicionar até 50 membros.

As dicas desta reportagem integram o nosso Manual das Ferramentas Digitais, um e-book gratuito para te ajudar a navegar por diferentes apps e plataformas e aprimorar o planejamento das suas aulas, seja no ensino híbrido ou remoto. Baixe aqui e confira todas as 103 dicas!

Tags

Guias