Compartilhe:

Jornalismo

Ele deve ser realizado antes e após a atividade física, já que é voltado para o aumento da flexibilidade. Durante o alongamento, ocorre o estiramento das fibras musculares, que têm seu comprimento e sua flexibilidade aumentados. Assim, preparam-se os músculos, que ficam protegidos de possíveis lesões e têm seu desempenho potencializado. Depois da atividade física, o alongamento ajuda novamente a estirar as fibras musculares que se contraíram durante o exercício, contribuindo para o relaxamento. Para que a prática seja eficaz, é importante que cada posição seja mantida por 15 a 30 segundos, de acordo com o grupo muscular que se pretende trabalhar.


Consultoria Renata Xavier, preparadora física da Escola de Educação Física da USP.

Pergunta enviada por Kédima Silva, São Paulo, SP

continuar lendo

Veja mais sobre

Últimas notícias