Prêmio Educador Nota 10: votação popular está aberta

Conheça detalhes dos projetos premiados e escolha seu favorito da edição de 2020 da premiação

POR:
Camila Cecílio
Vencedores do Prêmio Educador Nota 10 de 2019 em celebração na Sala São Paulo. Foto: Mariana Pekin

Já está aberta a votação popular do Prêmio Educador Nota 10 de 2020. Para votar no seu projeto preferido, basta clicar aqui e participar quantas vezes desejar! O anúncio do vencedor do #EsseProjetoé10, escolhido pelo público, será feito no dia 27, durante a premiação do Educador do Ano. Em função dos riscos da covid-19, a cerimônia será virtual e você pode acompanhar no Youtube ou Facebook do Canal Futura.

Mais de 3.700 projetos de todo o país foram inscritos na 23ª edição do prêmio. Este ano, a organização recebeu apenas práticas realizadas em 2019, pois a pandemia prejudicou o desenvolvimento de muitos projetos. Entre os temas trabalhados pelos vencedores estão a identidade cultural, o protagonismo juvenil, incentivo à leitura, democracia, inclusão, diversidade e gestão escolar. 

Conheça o passo a passo de cada projeto

Quer conhecer mais detalhes das iniciativas vencedoras do Prêmio Educador Nota 10? Na edição de NOVA ESCOLA BOX, você pode conferir como cada projeto foi colocado de pé, os principais passos e até como alguns professores adaptaram seus projetos para o ensino remoto! Acesse tudo isso gratuitamente.

Na Educação Infantil, quem se destacou foi o projeto “Aprendizagens das crianças: maravilhamento e experiências”, de Mirtes Ramos dos Santos Melo, da Creche Municipal João Eugênio, no Recife (PE). Os trabalhos “Pé de livros entre amigos”, de Rita Marta Mozetti Silva, Escola Estadual Adalgisa de São José Gualtiéri, em Franca (SP), e “Viajando pela cultura africana”, de Suzi Dornelas, da Escola Estadual Professor José Ranieri, em Bauru (SP), ambos do Fundamental 1, tiveram espaço na lista dos 10 vencedores.

No Fundamental 2, os projetos contemplados são “Eu posso ser poeta!”, Lidiane Pereira da Silva Lima, da EMEF Anna Silveira Pedreira, na capital paulista, “Corpo performático: imagens e palavras”, de Camila Rossato, da EMEF Prof. Marina Melander Coutinho, em São Paulo (SP), e “Geometria e construção”, de Luiz Felipe Lins, educador na Escola Municipal Francis Hime, no Rio de Janeiro.


Já no Ensino Médio, a iniciativas premiadas são “Nos trilhos da democracia”, de Diogo Jordão, da CE Nelson Pereira Rebel, no distrito de Travessão, em Campos dos Goytacazes (RJ), “As filosofias de minha avó: poetizando memórias para afirmar direitos”, de Maria Isabel dos Santos Gonçalves, do CE Rui Barbosa, em Boninal (BA), e “Óptica com Ciência”, de André Luís Miranda de Barcellos Coelho, Escola SEB Dínatos, em Brasília. E, por fim, o projeto “Acolher para todos envolver e aprender”, de Lucia Cristina Cortez de Barros Santos, que é gestora da EM Professor Waldir Garcia, em Manaus (AM).

O Prêmio Educador Nota 10 é uma iniciativa da Fundação Victor Civita em parceria com a Fundação Roberto Marinho , com apoio da NOVA ESCOLA e patrocínio da Fundação Lemann (mantenedora de NOVA ESCOLA) e da Somos Educação. Os projetos inscritos são avaliados pela Academia de Selecionadores e Jurados, composta por especialistas em cada área do conhecimento.