Blog de Alfabetização

Troque experiências e boas práticas sobre o processo de aquisição da língua escrita.

Como trabalhar os gêneros textuais digitais?

Veja uma sugestão de atividade para usar com sua turma dos Anos Iniciais até mesmo no ensino remoto

POR:
Mara Mansani
Foto: Getty Image

Em tempos de ensino remoto, onde as tecnologias digitais estão cada vez mais presentes, os textos ganham novas características e significados. Com isso ampliam-se também as possibilidades de desenvolver a produção textual com nossos alunos. E eles geralmente gostam muito, pois esse processo envolve diferentes elementos como a imagem, o som, a escrita, o movimento e muita (mas muita!) criatividade e expressão.

Veja o que diz a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) sobre esses textos e novos formatos:
“As práticas de linguagem contemporâneas não só envolvem novos gêneros e textos cada vez mais multissemióticos e multimidiáticos, como também novas formas de produzir, de configurar, de disponibilizar, de replicar e de interagir. As novas ferramentas de edição de textos, áudios, fotos, vídeos tornam acessíveis a qualquer um a produção e disponibilização de textos multissemióticos nas redes sociais e outros ambientes da Web. Não só é possível acessar conteúdos variados em diferentes mídias, como também produzir e publicar fotos, vídeos diversos, podcasts, infográficos, enciclopédias colaborativas, revistas e livros digitais etc.”

Penso que essa produção textual pode render muita aprendizagem! Isso, sem contar, que as crianças gostam muito e até mesmo se divertem com as atividades, pois os textos ficam “animados”. Veja uma proposta que pensei para a alfabetização, nas turmas de 1º e 2º ano, para a produção de texto digital e animado:

Primeiro, escolha um tema para explorar com as crianças nessa produção textual. Antes de chegar com um assunto fechado, você pode propor de escolher junto da turma esse tema.

Ensinar a ler e escrever a distância é possível, sim!

Veja como lidar com a alfabetização durante o isolamento social nessa edição de NOVA ESCOLA BOX. Antes e durante o trabalho com os alunos, é importante tomar certos cuidados ao planejar atividades e também estreitar a relação com as famílias.

Como exemplo, vamos usar o tema brincadeiras de crianças. Apresente o tema às crianças, proponha a produção textual digital destinada aos alunos de outras turmas da escola e informe que o conteúdo será compartilhado nos grupos de WhatsApp e/ou Facebook, ou outros canais da escola.

No primeiro momento, em uma aula virtual, por aplicativo ou chamada de vídeo, explore o tema oralmente com as crianças. Faça perguntas sobre as brincadeiras que conhecem, suas características, as preferidas e etc.

Em um segundo momento, peça para que pesquisem e tragam para uma próxima aula, em diferentes linguagens, uma representação desse tema. Explique que pode ser uma música, um desenho feito pelo aluno, uma foto, uma imagem de uma obra de arte, um vídeo, um poema, uma história... enfim, algo que de alguma forma tenha a ver com o tema. Oriente as famílias para que auxiliem suas crianças.

Depois disso, em uma aula virtual coletiva, explore com as crianças todo o conteúdo recolhido. Deixe que elas expliquem suas escolhas. Faça perguntas sobre elementos comuns que aparecem e estão relacionados ao tema. Você pode também pedir que as famílias enviem anteriormente os conteúdos pesquisados para que seja organizada a apresentação e, assim, o tempo em aula será melhor aproveitado e explorado na realização da produção textual.

Ainda em aula virtual coletiva, proponha a produção coletiva desse texto digital animado. Você pode usar ferramentas de edição de imagem e de escrita de texto e pode ser a escriba da turma, mesmo nesse ambiente virtual.

Como engajar os alunos no ensino remoto

Seu aluno não liga a câmera durante a aula? Tem dúvidas sobre quais atividades podem envolver e ampliar o engajamento? O NOVA ESCOLA BOX trouxe algumas dicas para te ajudar nesse desafio.

Uma boa proposta é produzir em PPT, ou em outras ferramentas de produção de slides, que reúnem várias funcionalidades de edição, que podem incluir texto escrito, som, imagem e movimentos de animação. Compartilhe a tela nesse ambiente virtual para que as crianças participem ativamente da produção e edição do texto.

No tema brincadeiras de criança podem surgir sugestões de brincadeiras para se fazer em casa em tempos de pandemia, textos sobre a origem das brincadeiras, depoimentos de crianças sobre a importância da brincadeira para elas e muito mais.

Para começar a produção você pode propor uma colagem de todas as imagens trazidas em um slide. No outro, pode incluir um vídeo e depois uma música, que fará parte da produção. No final entra as escritas das crianças, que devem ser curtas e objetivas. Esses textos podem ser frases que falem sobre o tema ou expressões populares, perguntas para a reflexão e até provocação aos leitores como: “Já brincou hoje?”; “Você gosta de brincar do quê?”; “Conhece essa brincadeira?”. Você pode também levantar com eles curiosidades e principais informações nos conteúdos pesquisados e recolhidos.

Use as animações para apresentar essas escritas propostas e produzidas pelas crianças, de forma dinâmica, combinando imagens, texto escrito e áudio. Outra possibilidade é que as crianças escrevam no contexto familiar essa escrita em papel, que pode depois em aula ser agregada na produção coletiva. Vá experimentando com os alunos na produção e edição do texto as várias possibilidades de apresentação desse texto. Nesse meio digital pode ser criado diferentes versões do mesmo texto!

O final é sempre surpreendente, pois as crianças mesmo pequenas, em alfabetização, dão ideias incríveis e são muito criativas. Se achar difícil começar assim, você pode propor a produção coletiva de um texto instrucional para a produção de um brinquedo pelas crianças, por exemplo, e usar também várias linguagens na produção.

Para alunos maiores você pode propor a produção com mais autonomia. Apresente o tema, oriente o uso das diferentes práticas de linguagens e deixe que eles mesmos produzam com auxílio de suas famílias. Dependendo da autonomia da turma, do acesso a recursos tecnológicos, você pode propor a produção de gifs, memes, e outras produções que fazem parte do mundo digital.

Assim as crianças vão compreendendo que o conceito de texto vai se ampliando e mudando conforme as mudanças do próprio mundo e as novas necessidades de comunicação da sociedade também.

E aí, se animou em realizar essa proposta com seus alunos? Essa é apenas uma sugestão dentro de várias possibilidades. Mas se você já faz essa proposta de texto digital, que explora diversas linguagens, compartilhe aqui nos comentários!

Um abraço e até a próxima!

Mara

Mara Mansani é professora há quase 30 anos, lecionou em vários segmentos, da Educação Infantil ao 5º ano do Ensino Fundamental, passando também pela Educação de Jovens e Adultos (EJA). Em 2006, teve dois projetos de Educação Ambiental para o Ensino Básico publicados pela ONG WWF, no livro “Muda o Mundo, Raimundo”. Em 2014, recebeu o Prêmio Educador Nota 10, da Fundação Victor Civita, na área de Alfabetização, com o projeto Escrevendo com Lengalenga.

Tags

Guias

Tags

Guias