Usar aulas de Educação Física só para eventos

Assim não dá!

POR:
João Prado, Beatriz Vichessi

Se a montagem da feira de Ciências, a organização das barracas da festa junina e o ensaio para a apresentação do Dia das Mães estão sendo realizados durante as aulas de Educação Física, os alunos certamente não estão aprendendo o que deveriam. Essa disciplina, assim como as demais, deve ter um planejamento claro, que inclua os conteúdos que precisam ser ensinados e as atividades que garantam a aprendizagem deles. Ou seja, a aula de Educação Física não deve ser encarada por ninguém, muito menos pelo próprio professor, como um tempo extra sem especificidades ou em que se propõe o movimento pelo movimento. Tendo essas questões em mente, a organização de eventos pode sim fazer parte da disciplina. Para isso, basta que as festividades sejam o ponto culminante de uma seqüência didática. Por exemplo: só tem sentido planejar e estruturar uma festa de brincadeiras infantis regionais durante as aulas se os estudantes entrarem em contato com a história de cada uma delas, aprenderem a jogá-las e interagirem e o docente avaliar cada um deles. O evento final, além de mostrar o que foi aprendido pela turma, também tem de ser coerente com a proposta da disciplina: os alunos não podem ser considerados meros repetidores de movimentos e precisam ter participado ativamente do processo de criação de tudo o que for apresentado.

Consultoria Fabio Luiz D'Angelo, selecionador do Prêmio Victor Civita Educador Nota 10.

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias

Tags

Guias