Três dias de formação

O evento reunirá um time de pesquisadores de renome internacional para debater questões práticas do ensino

POR:
Ana Rita Martins
Foto: Kriz Knack
DIRETO DA FONTE Palestras são uma chance para aprender com especialistas nas pesquisas didáticas. Foto: Kriz Knack

Recheada de palestras sobre as didáticas específicas de Língua Portuguesa e Matemática, a edição 2009 da Semana Victor Civita da Educação será em São Paulo de 14 a 16 de outubro. Realizada pela Fundação Victor Civita em parceria com o Instituto Unibanco e a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) - e com o patrocínio da Editora Saraiva -, a maratona formativa terá as inscrições abertas neste site de 1º a 30 de setembro. Clique aqui para mais informações.

O francês Guy Brousseau fará a abertura do evento. Doutor catedrático em Matemática e Didática das Matemáticas da Universidade de Bordeaux, na França, ele é um dos pioneiros na área e, entre outros estudos, desenvolveu a Teoria das Situações Didáticas, o fundamento de grande parte das atuais pesquisas que analisam as relações entre os estudantes, os professores e o saber. Em sua apresentação, Brousseau discutirá como se dão as aprendizagens em cada conteúdo matemático - informação fundamental para que professores e coordenadores pedagógicos garantam em suas unidades as condições de ensino eficazes.

Bárbara Brizuela, doutora em Harvard e professora do Departamento de Educação na Tufts University, ambas instituições norte-americanas, é outra convidada de peso. Ela apresentará em sua palestra dados de investigações feitas com crianças de 6 a 9 anos de idade que mostram como elas utilizam as diversas representações matemáticas como ferramentas na resolução de problemas.

Na área de alfabetização, Sofia Vernon, doutora do Centro de Investigação e Estudos Avançados, na Cidade do México, mostrará os resultados de estudos com crianças sobre os recortes feitos enquanto elas escrevem - os "erros" cometidos, os critérios de escolha das letras e as implicações teóricas e práticas disso.

Já Celia Díaz Argüero, diretora associada da revista acadêmica Lectura y Vida e pesquisadora do Instituto de Investigações Filológicas da Universidade Autônoma, também no México, falará sobre o uso que os alunos fazem dos sinais de pontuação. No evento, será apresentada uma análise de textos descritivos elaborados por estudantes com 7 anos de idade. Segundo esse diagnóstico, é possível entender as hipóteses que as crianças formulam quando vão escrever.

A gestão escolar será outro ponto de destaque. José Francisco Soares, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), traçará um perfil dos diretores brasileiros. Fernando Abrúcio, doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo, apresentará um estudo sobre a influência da boa gestão no sucesso escolar. Para ampliar o debate, também estarão presentes Wanda Engel Aduan, do Instituto Unibanco, Carlos Artexes Simões, do Ministério da Educação (MEC), e Vanessa Guimarães, secretária de Educação de Minas Gerais.

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias