5º Roteiro do gestor: Planeje com a equipe a comunicação com as famílias

Uma proposta de reunião para que educadores organizem a interação com familiares de bebês, crianças bem pequenas e pequenas

POR:
Sônia Guaraldo, Rachel Bonino
Reflita sobre como será a atuação da escola junto às famílias neste momento. Ilustração: Nathalia Takeyama/NOVA ESCOLA

Expor desafios da pandemia, promover reflexão sobre direitos de aprendizagem e desenvolvimento, alinhar formas de compartilhar as experiências vividas no contexto doméstico. Neste Roteiro de Formação, a consultora Sônia Guaraldo sugere uma reunião para que os educadores façam uma análise conjunta do atual momento, a partir do que propõe a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) no campo de experiência “o eu, o outro e o nós”.

A ideia é partir dessa reflexão para planejar como será a atuação da escola junto às famílias daqui para a frente. “É em encontros como esse que o coordenador pedagógico poderá exercer seu papel formativo, promovendo a conexão entre os conceitos discutidos e as práticas produzidas, e sistematizando o conhecimento produzido pelo grupo”, comenta Sônia.

Esse Roteiro de Formação dá continuidade às atividades propostas na última semana. Reunimos sugestões de atividades detalhadas, materiais de apoio e plataformas variadas, num formato que pode ser usado na íntegra ou adaptado. Acesse as edições passadas do NOVA ESCOLA BOX para acompanhar a sequência do planejamento pedagógico.



ROTEIROS DE FORMAÇÃO NA PANDEMIA - 5

Planeje a atuação da escola junto às famílias


Navegue por todos os roteiros da Série Especial:

- 1º Roteiro do gestor: um encontro para recomeçar 2020 na Educação Infantil

2º Roteiro do gestor: Os direitos de aprendizagem na quarentena
- 3º Roteiro do gestor: Caminhos para fortalecer o contato com as famílias 

- 4º Roteiro do gestor: As interações e a brincadeira e os direitos de aprendizagem
- 5º Roteiro do gestor: Planeje com a equipe a comunicação com as famílias
- 6º Roteiro do gestor: Planeje atividades para estimular a comunicação das crianças

- 7º Roteiro do gestor: Construa coletivamente um modelo para observação de atividades
- 8º Roteiro do gestor: [em breve - disponível em 20/7]
- 9º Roteiro do gestor [em breve - disponível em 27/7]


Indicado para: Coordenadores e diretores da Educação Infantil

Objetivo da reunião: Refletir sobre a importância da parceria com as famílias e planejar pauta de interação a partir do campo de experiência “o eu, o outro e o nós”

Duração da reunião: 2 horas

Ferramentas:
- Plataforma de interação síncrona (Zoom, Microsoft Teams, Skype)
- WhatsApp, para criação de grupos de trabalho
- Plataformas
Mural ou Scrumblr

Leitura para os gestores e professores:
Texto Escola e família: hora de firmar a parceria, do site de NOVA ESCOLA


PASSO A PASSO

Antes da reunião

1. Prepare o convite: Para promover o início desse trabalho, dispare convite para toda a equipe de educadores, por e-mail, aplicativo de mensagens ou de outra forma que seja usual entre vocês.

2. Liste os assuntos do encontro: Deve conter o tema e os objetivos da reunião, e a indicação da leitura prévia do conteúdo Escola e família: hora de firmar a parceria.

3. Retorno das famílias: Envie para cada professor uma sistematização das respostas das famílias de seus alunos aos questionários sobre o diagnóstico do desenvolvimento das crianças, produzido na 3ª reunião desta série, informando que serão utilizados no encontro pedagógico.

4. Prepare uma avaliação: Use o Google Form ou outra plataforma de compartilhamento e dispare o formulário para que os professores avaliem os momentos de reunião pedagógica. Importante que contenha questões relacionadas à pertinência e aplicabilidade dos conteúdos trabalhados como também das dinâmicas formativas. Deixe o link preparado para disponibilizá-lo ao final da reunião. Se você não souber que perguntas fazer, é possível baixar um modelo de avaliação do encontro pedagógico aqui ou ao final da matéria.

Durante a reunião

1. Apresente a temática a ser discutida: Convide todos para a plataforma síncrona escolhida e diga quais são  os objetivos da reunião. Abra a palavra para que alguns se manifestem sobre sentimentos e expectativas em relação ao encontro.

2. Chame os educadores para a interação: Utilizando a ferramenta Mural ou Scrumblr, peça que escrevam qual a responsabilidade da escola no apoio às famílias na garantia de aprendizagem das crianças da Educação Infantil (em uma situação de pandemia ou não).

3. Interaja com as colaborações feitas: Leia e comente as respostas dadas pelos professores e reflita em conjunto sobre as responsabilidades da família e da escola no desenvolvimento de crianças da Educação Infantil, retomando, se necessário, ideias discutidas no artigo enviado previamente para leitura.

4. Debata sobre os resultados da pesquisa com  as famílias: Informe aos professores que esse diagnóstico será útil para a preparação da interação que será organizada junto aos pais com o objetivo de discutir e orientar as famílias no acompanhamento da rotina de aprendizagem das crianças.

5. Pensem juntos em atividades com as famílias: Proponha aos professores que preparem um momento de interação com o objetivo de levar uma discussão qualificada sobre como garantir que as crianças continuem se desenvolvendo no período de isolamento. Para tanto, proponha que discutam, especificamente, como apoiar os pais no desenvolvimento de atividades relacionadas ao campo de experiência “o eu, o outro e o nós” no contexto remoto. Para estimular os professores, apresente os planos de atividade a seguir: Preparando uma cozinha para os bebês, Escolha dos jogos preferidos (para crianças bem pequenas)Entrevistando as famílias (para crianças pequenas).

a) Acolhimento: Estimular que as famílias exponham seus principais desafios neste momento e como têm conseguido oferecer às crianças o acompanhamento em casa;

b) Sensibilização: Promover reflexão sobre direitos de aprendizagem apoiados nos eixos interação e brincadeiras;

c) Alinhar formas de compartilhar as experiências vividas no contexto doméstico;

d) Estruturar formas de comunicação;

e) Estabelecer cronograma de interações.

6. Revisão do trabalho feito durante a reunião: Após as discussões sobre o planejamento, peça aos professores que revisem os planos a partir das questões abaixo. Você pode informar aos professores que sua devolutiva quanto à organização das reuniões se apoiará nessas questões:

- As propostas apresentadas às famílias fazem parte de uma rotina esperada no que se refere à sua atuação no contexto familiar?
- As orientações a serem propostas estão claras e não requerem conhecimentos específicos para que as atividades sejam desenvolvidas?
- Os recursos previstos para as interações respeitam as condições de acesso do grupo?
- O tempo destinado para as interações está adequado à rotina das famílias?
- Há estratégias diversificadas para atender àqueles que sentirem dificuldades quanto às ferramentas, ao tempo ou à disponibilidade de participação?

7. Para terminar: Finalize a reunião solicitando aos professores que concluam seu planejamento e  coloquem suas propostas em pasta compartilhada no Google Drive (ou outra plataforma de compartilhamento). Informe que, após a sua devolutiva, as interações junto às famílias poderão ser realizadas. Encerre a reunião disponibilizando o link da avaliação, baseada neste modelo.



Consultoria: Sônia Guaraldo, doutoranda em Educação pela Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) e consultora do programa Formar, da Fundação Lemann, mantenedora de NOVA ESCOLA. Foi coordenadora pedagógica e diretora de escolas públicas, e secretária de Educação de Birigui (SP), entre 2008 e 2016.

Tags

Guias