Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Teorias da aprendizagem

Nova série de reportagens explica os principais conceitos das concepções construtivista e sociointeracionista da Educação

POR:
Rodrigo Ratier

Conhecimento prévio. Zona de desenvolvimento proximal. Sincretismo do pensamento infantil. Aprendizagem significativa. Conceitos teóricos como esses são figuras fáceis nos currículos das graduações de Pedagogia e das Licenciaturas. São, de fato, ideias poderosas da Psicologia da Educação porque enfocam diferentes aspectos do processo de aprendizagem e ajudam a explicar como ela ocorre. No entanto, por não serem estudados com a atenção suficiente, acabam muitas vezes sendo mal utilizados - ou ainda virando jargões desprovidos de sentido.

NOVA ESCOLA quer contribuir para a reflexão sobre o significado, o alcance e o legado dessas noções com a publicação, que se inaugura nesta edição, da série Teoria Passada a Limpo. Num conjunto de 12 reportagens, serão abordados os conceitos mais relevantes da Psicologia da Educação. "Escolhidos com o auxílio de alguns dos maiores especialistas do país, cada um dos temas selecionados são ideias-força muito presentes nos discursos educativos", explica Regina Scarpa, coordenadora pedagógica da Fundação Victor Civita (FVC).

O foco da série são as visões construtivista e sociointeracionista da aprendizagem. Apesar das diferenças entre as duas perspectivas (algumas delas começam a ser explicadas na reportagem Inatismo, empirismo e construtivismo), ambas trabalham com a concepção de que o sujeito da aprendizagem é o aluno - e de que ele aprende por meio das relações que estabelece com o objeto de conhecimento, com o professor e com seus colegas. Serão contempladas as criações de quatro autores: Jean Piaget (1896-1980), Lev Vygotsky (1896-1934), Henri Wallon (1879-1962) e David Ausubel (1918-2008) (veja a lista completa de temas no quadro abaixo).

Para cada tema, resumo, trecho de livro e questão de concurso

Cada reportagem debaterá o contexto em que o conceito foi criado, sua importância para a teoria da Psicologia da Educação, sua utilidade para a escola nos dias de hoje e as deturpações (ou mal-entendidos) associadas a ele. Em cada fascículo, você lerá um quadro-resumo com as principais informações sobre a ideia, um trecho de livro comentado por especialista e uma questão de concurso público para mostrar como o assunto é abordado nos exames de ingresso nas redes.

Você pode nos ajudar enviando suas dúvidas sobre questões conceituais apresentadas pelos teóricos da série. Esperamos que Teoria Passada a Limpo possa ajudá-lo a ampliar sua compreensão sobre os temas essenciais da Psicologia da Educação, a iluminar sua atuação em sala e a adquirir conhecimentos para avançar na carreira.

Veja a lista completa de temas da série

CONCEPÇÕES DE APRENDIZAGEM
Inatismo, empirismo e construtivismo
Jean Piaget
 
JEAN PIAGET
(1896-1980)
Sujeito epistêmico
Esquemas de ação
Conhecimento prévio
Adaptação e equilibração
Lev Vygotsky
 
LEV VYGOTSKY
(1896-1934)

Zona de desenvolvimento proximal

Aprendizagem mediada

Pensamento verbal

Henri Wallon
 
HENRI WALLON
(1879-1962)

Sincretismo infantil

Afetividade

Emoção

David Ausubel
 
DAVID AUSUBEL
(1918-2008)

Aprendizagem significativa

Compartilhe este conteúdo: