4º Roteiro do gestor: As interações e a brincadeira e os direitos de aprendizagem

Organize uma reunião com os educadores sobre os eixos estruturantes da BNCC de Educação Infantil e sua relação com os direitos das crianças indicados no documento

POR:
Sônia Guaraldo, Rachel Bonino
O roteiro traz sugestões e material de apoio para A discussão. Ilustração: Nathalia Takeyama/NOVA ESCOLA

De acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a aprendizagem direcionada a bebês e crianças bem pequenas e pequenas deve ter as interações e a brincadeira como eixos estruturante das práticas pedagógicas na etapa.  Mas, de que forma esses eixos se relacionam aos direitos de aprendizagem e desenvolvimento indicados na BNCC voltada para a Educação Infantil?

Para avançar nessa reflexão junto dos educadores, preparamos este Roteiro de Formação que dá continuidade às atividades propostas na última semana, quando propusemos discussões sobre os direitos de aprendizagem e desenvolvimento. Reunimos sugestões de atividades detalhadas, materiais de apoio e plataformas variadas, num formato que pode ser usado na íntegra ou adaptado. Acesse as edições passadas do NOVA ESCOLA BOX para acompanhar as ações anteriores.



ROTEIROS DE FORMAÇÃO NA PANDEMIA - 4

As interações, brincadeiras e os direitos de aprendizagem e desenvolvimento


Navegue por todos os roteiros da Série Especial:

- 1º Roteiro do gestor: um encontro para recomeçar 2020 na Educação Infantil
2º Roteiro do gestor: Os direitos de aprendizagem na quarentena
- 3º Roteiro do gestor: Caminhos para fortalecer o contato com as famílias 

- 4º Roteiro do gestor: As interações e a brincadeira e os direitos de aprendizagem
- 5º Roteiro do gestor: Planeje com a equipe a comunicação com as famílias

- 6º Roteiro do gestor: Planeje atividades para estimular a comunicação das crianças
- 7º Roteiro do gestor: Construa coletivamente um modelo para observação de atividades
- 8º Roteiro do gestor: [em breve - disponível em 20/7]
- 9º Roteiro do gestor [em breve - disponível em 27/7]


Indicado para: Coordenadores e diretores da Educação Infantil

Objetivo da reunião: Discussão sobre a garantia dos direitos de aprendizagem e desenvolvimento para a Educação Infantil e relação com os eixos extruturantes da BNCC de Educação Infantil.

Duração da reunião: 2 horas

Ferramentas:
- Plataforma de interação síncrona (Zoom, Microsoft Teams, Skype)
- Whatsapp para criação de grupos de trabalho, plataforma Slido.com

Leitura para os gestores:
Texto Como e o que os professores aprendem: uma perspectiva em transformação, de autoria de Lee S. Shulman e Judith H. Shulman

Leituras para os professores:
Documento Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil, capítulo Prática Pedagógica na Educação Infantil, nas páginas 25 a 27, de autoria do MEC.


PASSO A PASSO

Antes da reunião

1. Prepare o convite: Para promover o início desse trabalho, dispare convite para toda a equipe de educadores, por e-mail, aplicativo de mensagens ou de outra forma que seja usual entre vocês.

2. Liste os assuntos do encontro: A lista deve conter o tema e os objetivos da reunião, e a indicação da leitura prévia do capítulo Prática Pedagógica na Educação Infantil, do documento “Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil”, do MEC.

3. Leitura para gestores: Para apoiar os gestores em seu desenvolvimento enquanto formadores locais, sugerimos, como estudo, o texto Como e o que os professores aprendem: uma perspectiva em transformação, de Lee S. Shulman e Judith H. Shulman

4. Prepare uma avaliação: Use o Google Forms ou outra plataforma de compartilhamento e dispare o formulário para que os professores avaliem os momentos de reunião pedagógica. Importante que contenha questões relacionadas à pertinência e aplicabilidade dos conteúdos trabalhados como também das dinâmicas formativas. Deixe o link preparado para disponibilizá-lo ao final da reunião.  Você também pode baixar um modelo de avaliação do encontro pedagógico aqui ou ao fim da matéria. 

Durante a reunião

1. Apresente a temática a ser discutida: Convide todos para a plataforma síncrona escolhida e contextualize os objetivos da reunião. Abra a palavra para que alguns se manifestem sobre sentimentos e expectativas em relação ao momento vivido.

2. Retome os conhecimentos formativos dos dois últimos encontros: Promova uma reflexão sobre os processos formativos do grupo. Apresente aos professores a ferramenta Slido. Peça a eles que abram a plataforma e escrevam como a metacognição e a formação a partir de processos contínuos podem contribuir para seu desenvolvimento profissional.

3. Abra para votação: Em seguida, solicite que retornem aos comentários redigidos e votem em três deles, considerando aqueles que mais se aproximam dos conceitos relacionados aos dois temas. Apresente os resultados, sistematizando os conceitos que emergiram da discussão, acrescentando elementos essenciais que porventura não tenham sido citados e retomando com o grupo a importância desses mesmos processos na aprendizagem dos estudantes.

4. Reforce a importância da mediação e dos métodos ativos de aprendizagem: Peça aos professores Aproveite a discussão sobre processos formativos e solicite aos professores que utilizem o chat e escrevam as ações que você, como coordenadora, realizou para conduzir a reflexão. Em seguida, peça que escrevam o que eles fizeram enquanto você mediava as discussões. Ao descrever suas próprias ações, os professores perceberão que sua posição como formadora foi de mediação e que, mesmo a distância, eles estiveram intelectualmente ativos durante toda a dinâmica. Finalize a atividade sistematizando as atitudes que caracterizam os métodos ativos de aprendizagem como um importante princípio formativo (tanto para adultos como para crianças).

5. Organize os documentos propostos na reunião anterior: Apresente a versão final dos questionários relacionados ao diagnóstico das aprendizagens enviados às famílias e informe que, assim que forem devolvidos, serão analisados pelo grupo.

6. Inicie o trabalho nos grupos de Whatsapp: Peça aos professores que, nos grupos por faixa etária na Educação Infantil e a partir dos planos disponibilizados, identifiquem a que campos de experiência e direitos de aprendizagem os planos estão relacionados, a partir de evidências. Disponibilize 15 minutos para a atividade em grupo e informe que, após esse tempo, o relator do grupo comunicará os resultados da tarefa. 

7. Compartilhando o resultado das discussões: Após as discussões dos grupos, peça que todos socializem os elementos presentes nos planos de aula de cada etapa que evidenciam a garantia dos direitos de aprendizagem e desenvolvimento e do trabalho a partir dos campos de experiência.

8. Proponha uma pergunta para reflexão: Como forma de introduzir as discussões sobre os eixos estruturantes da Educação Infantil, lance ao grupo a seguinte questão: Como os eixos estruturantes da Educação Infantil se relacionam aos direitos de aprendizagem presentes na BNCC-EI? Peça aos professores que, individualmente, reflitam por cinco minutos sobre a questão.

9. Dê espaço para a troca de impressões: Abra o microfone e peça a um professor de cada etapa (deixe aberto aos que se sentirem confortáveis) que compartilhe suas percepções. Avise que aqueles que quiserem podem contribuir pelo chat. Sistematize os principais conceitos levantados a partir das percepções expostas pelos professores.

10. Feche a reunião: Para finalizar, peça que discutam nos grupos de Whatsapp durante a semana a seguinte questão: Como os eixos interação e brincadeira se apresentaram nos planos de aula analisados?

Encerre a reunião disponibilizando o link da avaliação.

BAIXE O MODELO



Consultoria: Sônia Guaraldo, doutoranda em Educação pela Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) e consultora do programa Formar, da Fundação Lemann, mantenedora de NOVA ESCOLA. Foi coordenadora pedagógica e diretora de escolas públicas, e secretária de Educação de Birigui (SP), entre 2008 e 2016.