5 planos de aula sobre acidentes domésticos

Adaptada para trabalhar a distância, veja uma sequência didática para usar com seus alunos dos Anos Iniciais

POR:
Selene Coletti
Foto: Getty Image

Ficar pensando quando iremos retornar para rever aqueles rostinhos que nos encantam causa certa ansiedade e tristeza. O melhor é viver um dia de cada vez agradecendo pelas oportunidades do hoje.

Uma certeza nós temos: nossa prática, enquanto professor, vai mudar – ou está mudando - já que a lousa e o giz não estão disponíveis nesse momento. E quem sabe conseguiremos levar essas aprendizagens para o pós-pandemia, quando esse dia chegar. O quadro que temos a nossa frente é bastante específico para cada município e para cada escola. Cada um tem buscado o melhor caminho sem perder o foco principal: o aluno e a promoção da sua aprendizagem.

Pesquisar planos de aula para usar a distância

Cada professor precisa encontrar a melhor solução, seja por meio de jogos, como tratamos na nossa última conversa, ou utilizando outros tipos de propostas. O como colocá-las em prática vai depender da realidade de cada escola, seja por meio de atividades impressas, das ferramentas digitais. Se a escolha for essa, no site de NOVA ESCOLA há maneiras para se aprender a manuseá-las.

Apresento hoje uma sugestão para se usar nesse atual cenário: os planos de aulas de NOVA ESCOLA adaptados para serem utilizados a distância.

Como são os planos de aula?
Como sabemos o banco de planos de aula é bastante extenso. São seis mil! Desses, cerca de mais de mil já estão adaptados para serem trabalhados em casa.

Se você fizer uma pesquisa verá que eles atendem da Educação Infantil até o Ensino Fundamental 2, perpassando por todas as áreas do conhecimento. Eles são muito bem elaborados, além de estarem alinhados com à Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Garanto que você irá descobrir diferentes estratégias para trabalhar com seus alunos quando voltarem. É um cardápio bem variado!

Mas também estão adaptados para serem utilizados nesse momento de pandemia. É só clicar na aba #NovaEscolaEmCasa e você terá sugestões de como utilizar as ideias do plano em casa.

Colocando em prática
Pesquisando pelos planos, trouxe um exemplo que você pode utilizar com a sua turma. A unidade temática de Ciências é sobre “Matéria e Energia” e a sequência didática traz questões relacionadas aos perigos e riscos que corremos em casa, os conhecidos acidentes domésticos.

A proposta a seguir destina-se ao 2º ano, mas poderá ser adaptada para outras turmas. Esse tema é composto por cinco planos:

Você poderá mesclar as propostas do planejado para a sala de aula e para casa, trazendo um tema importante nesse momento já que as crianças e adultos encontram-se em isolamento dentro de casa, onde pode haver muitos “perigos”.

Utilizando-se do Whatsapp, uma fermenta bastante usada nesse período, você poderá conversar com as crianças apresentando o tema a partir do desenho do Cocoricó, cujo link está disponibilizado nos planos.

Há mais vídeos, todos curtos, abordando o tema. Peça que assistam e observem se este tipo de perigo pode estar na casa deles ou se há outros. Você poderá elaborar outros questionamentos, os quais poderão ser respondidos pelos alunos oralmente (mensagem de voz ou por escrito) para os maiores, na própria ferramenta.

Depois de ouvir as respostas, grave um novo áudio ou vídeo chamando atenção sobre o que achou interessante nas falas.

Na sequência, poderá propor jogos. Há três sugestões: uma trilha diferente, um da memória e virtuais.  Você poderá convidá-los a jogar apresentando o jogo e lendo as regras as quais poderão ser disponibilizadas no próprio Whatsapp.

Ah! Mas e se a maioria dos pais da minha turma não possui Whatsapp? Então você poderá fazer isso tudo por escrito e solicitar que busquem na escola, dando um prazo para fazerem e depois devolvendo para você.

Já conversamos que jogando eles irão, nesse caso, aprender um pouco do conteúdo sobre Ciências, sobre questões da Matemática – contando as casas do percurso, os números que saem no dado para “andar”, quanto falta para ganhar, os pares formados na memória. Estarão construindo a autonomia moral por meio do entendimento da regra, a construção de outras e trabalhando a cooperação. A família estará se divertindo e aumentando os laços, além de todos estarem atentos sobre perigos que muitas vezes passam desapercebidos.

Se todos tiverem acesso à internet você poderá propor o jogo “Criança Segura”. Ele possui diferentes possibilidades para que todos possam refletir sobre os acidentes domésticos em geral. Está nesse plano de aula aqui.

Para finalizar você poderá seguir a proposta que está no #NovaEscolaEmCasa que traz um “passeio” pela casa, juntamente com um adulto, para observarem quais riscos poderão estar sujeitos se utilizarem de forma inadequada o ambiente. Explique para a criança e o adulto como será a tarefa, gravando um vídeo ou áudio.

Proponha que depois contem, por meio de um áudio ou texto, quais os perigos encontrados nesse “passeio” e façam um registro, por meio de um desenho, mostrando como o ambiente poderá ser melhorado.

E como fica a sistematização?
Você poderá solicitar que enviem fotos, pelo aplicativo, das crianças realizando as propostas. Poderá sugerir que realizem um registro do que aprenderam por meio de desenhos. Os maiores poderão produzir um texto. Assim, você, professor, pode organizar  um portfólio com o que cada aluno vem produzindo.

Não se esqueça de registrar o seu percurso de professor com essas novas ferramentas. Certamente está aprendendo muito! Como você pode perceber não é algo difícil, basta estar disposto a se aventurar nessa descoberta do novo. Você não será mais o mesmo depois disso.

E então, professora e professor, encontrou inspiração para esse novo jeito de preparar as aulas? Espero que sim.

Namastê e até a próxima,

Selene

Selene Coletti é professora há 39 anos na rede pública. Atua na Educação Infantil e foi alfabetizadora por 10 anos tendo trabalhado do 1º ao 5º ano. Recebeu, em 2016, da Fundação Victor Civita, o Prêmio Educador Nota 10 com o projeto “Mapas do Tesouro que são um tesouro”, na área de Matemática. Foi diretora de escola e recebeu, em 2004, o Prêmio “Gestão para o Sucesso Escolar”, do Instituto Protagonistes/Fundação Lemann. Atuou como coordenadora do Núcleo de Formação Continuada do município. Atualmente é formadora da Educação Infantil, na Prefeitura de Itatiba.

Tags

Guias