Guia para usar a BNCC de Educação Infantil

Entenda os conceitos, os códigos e a estrutura do documento que passa a vigorar em todas as escolas públicas e particulares em 2020

POR:
Laís Semis
Crédito: Getty Images

Não adianta mais adiar o planejamento: a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) chegou às escolas. A partir de 2020, os planejamentos de atividades e aulas deverão estar alinhados ao documento, que estabelece as aprendizagens essenciais para toda a trajetória das crianças e adolescentes na escola. Na Educação Infantil, a Base apresenta novidades como os cinco campos de experiência. Mas, antes de começarmos a nos aprofundar nesse assunto, que tal testar os seus conhecimentos sobre a BNCC para a Educação Infantil? Você ainda tem dúvidas sobre o documento ou já se sente preparado para aplicá-lo com a sua turma? 

Confira planos de atividades gratuitos
alinhados à BNCC de Educação Infantil


De acordo com uma pesquisa que rodamos no site de NOVA ESCOLA* entre 17 e 23 de janeiro de 2020, 66% dos professores que visitaram nosso site no período disseram se sentir mais ou menos preparados para levar o documento para a sala de aula. Apenas 10% deles afirmaram se considerar prontos para esse novo desafio. E você, como se sente?

Separamos sete questões sobre o documento, sua estrutura e proposta para o trabalho com bebês, crianças bem pequenas e pequenas para você testar seus conhecimentos:

 

powered by Typeform

 

Para começar... a base da Base

Se você errou questões sobre o que é o documento e como ele é estruturado, sugerimos começar sua leitura por aqui no tópico “Para começar… a base da Base”. Os tópicos abaixo contextualizam a estrutura do documento e explicam os códigos de números e letras que antecedem os objetivos de aprendizagem (quem não se deparou com aquele “EI03TS02” pelas primeiras vezes e ficou sem entender o significado?). Se você já se sente preparado para se aprofundar em outros tópicos, sugerimos avançar sua leitura para o tópico “O que são os direitos de aprendizagem e os campos de experiência da BNCC?”. 

Vale lembrar que a nossa Trilha da BNCC de Educação Infantil foi pensada para ir se aprofundando, semana a semana, nos conhecimentos sobre o tema. Por isso, se você gostaria de ler sobre as competências gerais, planejamento alinhado à BNCC e casos de sucesso de quem já aplicou os campos de experiência, confira nossa Trilha completa clicando aqui. Vamos começar?

O texto final da Base da Educação Infantil e Ensino Fundamental foi aprovado em dezembro de 2017. Um ano depois, em dezembro de 2018, foi a vez da aprovação da BNCC do Ensino Médio. Os textos foram aprovados separadamente porque no mesmo período em que o documento estava sendo preparado, uma outra discussão ganhou o cenário da Educação nacional: a reforma do Ensino Médio. Como as duas políticas se relacionavam, foi necessário estacionar as discussões sobre a BNCC desta etapa de ensino para repensar a estrutura dos últimos anos escolares o que atrasou a definição do texto e aprovação da Base do Ensino Médio. Após a data de aprovação do documento, as redes tiveram o prazo de dois anos para se preparar para a chegada da Base na escola.

O que diferencia a BNCC dos antigos referenciais curriculares?

Antes da BNCC, o Brasil já possuía dois outros documentos orientadores para a etapa: o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (RCNEI), de 1998, e as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (DCNEI), de 2009. A BNCC foi elaborada à luz do que diz as DCNs, que serviam como um referencial curricular não obrigatório. Além disso, a Base determina com mais clareza os objetivos de aprendizagem propostos do que os documentos anteriores.

Entenda a concepção da criança de cada um dos documentos, bem como seus objetivos e como estão organizados estruturalmente na edição especial de NOVA ESCOLA BOX


A Base estava prevista na Constituição de 1988 e também no
Plano Nacional de Educação (PNE), como uma estratégia para fomentar a qualidade da Educação Básica. Para isso, o documento estabelece competências gerais que devem orientar todas as etapas de ensino, competências específicas das áreas de conhecimento, campos de experiência, direitos de aprendizagem e desenvolvimento, objetos de conhecimento e habilidades. Nos próximos tópicos, vamos explicar os conceitos que se aplicam à Educação Infantil.

O que são os direitos de aprendizagem e os campos de experiência da BNCC?

As competências gerais, que trazem orientações válidas da Educação Infantil ao Ensino Médio, serão abordadas na próxima reportagem do nosso especial Trilha da BNCC de Educação Infantil.  Mas, abaixo, você confere a estrutura básica que compõe a Base do Infantil, o foco desta reportagem da série:

Na Educação Infantil brasileira, as interações e as brincadeiras são eixos estruturantes das práticas pedagógicas. Ou seja, tanto as interações quanto as brincadeiras estão presentes nas atividades com os pequenos. A partir disso, a Base estipula seis direitos de aprendizagem e desenvolvimento, que são:

  1. Conviver
  2. Brincar
  3. Participar
  4. Explorar
  5. Expressar-se
  6. Conhecer-se

Tais direitos de aprendizagem estabelecem as condições para que os pequenos aprendam, desempenhem um papel ativo, vivenciem desafios de desenvolvimento e construam significados sobre si, os outros e o mundo. Você pode encontrar o detalhamento de cada um dos direitos de aprendizagem na página 38 da BNCC (acesse aqui).

Para assegurar os seis direitos listados acima, a BNCC se estrutura em cinco campos de experiência para que bebês e crianças possam aprender e se desenvolver. Ou seja, os direitos de aprendizagem são contemplados dentro de cada um dos campos de experiência, que são:

  1. O eu, o outro e o nós 
  2. Corpo, gestos e movimentos
  3. Traços, sons, cores e formas
  4. Escuta, fala, pensamento e imaginação
  5. Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações

Para encontrar o detalhamento dos campos de experiência, consulte aqui as páginas 40 a 43 da BNCC. Para que seja possível colocar em prática cada um deles, a Base define uma série de objetivos de aprendizagem e desenvolvimento para cada faixa etária, dos bebês às crianças pequenas.

Quais são os grupos etários da BNCC de Educação Infantil?

A Educação Infantil atende os pequenos de zero aos 5 anos e 11 meses. Para definir quais são os objetivos de aprendizagem adequados para cada faixa etária dos pequenos, a Base se divide em três faixas etárias:

  • Bebês (zero a 1 ano e 6 meses) 
  • Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)
  • Crianças pequenas (4 anos a 5 anos e 11 meses)

Por isso, das páginas 45 a 52 do documento (acesse a Base Nacional Comum Curricular aqui), os campos de experiência e seus respectivos objetivos de aprendizagem são divididos em três colunas, referentes a cada um dos grupos etários:


 Como ler os códigos da BNCC?

Os códigos alfanuméricos (exemplo: EI01TS01) servem para identificar os objetivos de aprendizagem. Eles ajudam a contextualizar qual é a etapa de ensino, a faixa etária e o campo de experiência relacionado ao objetivo.

Para se aprofundar nos estudos, duas recomendações

Sabemos que a Base traz uma série de novidades para os docentes e que trazê-las para a prática pode ser um desafio. Por isso, recomendamos alguns conteúdos de NOVA ESCOLA que podem auxiliar a aprofundar seus estudos no tema e aprimorar sua prática:

  1. NOVA ESCOLA BOX edição especial BNCC Educação Infantil. Útil para professores, coordenadores da Educação Infantil e gestores e técnicos das secretarias de Educação, a edição explica em detalhes o que são os direitos de aprendizagem, os campos de experiência, as diferenças da BNCC para o DCNEI e o RCNEI, traz exemplos práticos, fala sobre avaliação, planejamento… é um guia da BNCC na prática. Acesse aqui
  2. Combo de cursos intensivos para se preparar para a BNCC da Educação Infantil. São três cursos exclusivos de NOVA ESCOLA para auxiliar no entendimento do documento e no planejamento de atividades que respeitem e valorizem a forma da criança se expressar e aprender nesse momento de sua vida:

- Atividades de Educação Infantil: Planejamentos alinhados à BNCC (10h);
- BNCC na Educação Infantil: as crianças e suas experiências (10h);
- Literatura na Educação Infantil - Como planejar atividades de leitura (30h).

Conheça mais sobre cada um dos cursos do combo intensivo aqui. 


Vamos analisar um código? Como exemplo, escolhemos o primeiro código que aparece na BNCC de Educação Infantil:

EI01TS01

O primeiro par de letras (EI) se refere à Educação Infantil. Na Base do Ensino Fundamental, as duas primeiras letras do código mudam para a sigla desta etapa (EF), bem como no Ensino Médio ela se torna (EM).

O primeiro par de números (01 no caso que estamos analisando) se refere ao grupo etário dos bebês (zero a 1 ano e 6 meses). Quando esse primeiro par de números for 02  é porque ele se refere aos objetivos de aprendizagem para crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses). Para crianças pequenas (4 anos a 5 anos e 11 meses), é usado 03. 

Já o segundo par de letras (TS) é uma referência ao campo de experiência trabalhado naquele objetivo de aprendizagem e desenvolvimento. Os códigos para cada campo são:

EO = O eu, o outro e o nós 
CG = Corpo, gestos e movimentos 
TS = Traços, sons, cores e formas 
EF = Escuta, fala, pensamento e imaginação 
ET = Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações 

Por fim, o último par de números indica a posição do objetivo de aprendizagem na numeração sequencial do campo de experiências para cada grupo/faixa etária. Ou seja, ele serve para diferenciar os objetivos de aprendizagem dentro de cada campo de experiência.

Agora que você chegou até aqui, que tal refazer o teste no início desta reportagem para repassar os principais aprendizados da leitura da nossa Trilha de BNCC da Educação Infantil?

Ver todos os conteúdos da
Trilha de BNCC da Educação Infantil

 

Leituras complementares
  1. Por que a Base existe? Ela é currículo? As competências gerais devem ganhar uma disciplina específica na escola? Nesse conteúdo publicado em 2018, após a aprovação do documento, respondemos 18 dúvidas sobre o documento pra você tirar tudo de letra quando o assunto for BNCC. Acesse aqui.
  2. Se você é assinante do NOVA ESCOLA BOX, deve saber que todas as edições da revista publicadas entre 2013 e 2019 estão disponíveis no seu pacote de assinatura. Sugerimos a leitura da matéria de capa da edição 324, que explica “Quais as mudanças que a BNCC propõe para a Educação Infantil e como colocá-las na prática?”. Clique aqui para ler
  3. O que são os campos de experiência da Educação Infantil? Essa pergunta é respondida na edição especial de NOVA ESCOLA BOX sobre a BNCC de Educação Infantil, que você pode acessar clicando aqui
  4. Outro conteúdo interessante da edição especial de NOVA ESCOLA BOX para aprofundar sua leitura sobre o tema é a explicação sobre os sete conceitos de aprendizagem essenciais para a etapa de ensino: cuidar e educar; formação do vínculo; incentivo à autonomia; respeito ao ritmo da criança, independentemente da idade; observação ativa; exploração livre, mas com contextos planejados; e organização do tempo. Veja aqui.

*Ao todo, 2.546 professores responderam à pesquisa “Como você está se preparado para a BNCC:”. A pesquisa ficou ativa no site da NOVA ESCOLA entre 17 e 23 de janeiro de 2020 e obteve as seguintes porcentagens para a pergunta “Você se considera preparado(a) para aplicar a BNCC?”: 

10.1% dos participantes responderam “sim”
66.6% “mais ou menos”
23.3% “não”