Conselho de classe: o que fazer antes, durante e depois

Confira algumas dicas para se organizar e aproveitar pedagogicamente a reunião

POR:
Nairim Bernardo
O conselho de classe é muito mais do que apenas analisar notas e decidir reprovações. Ilustração: Davi Augusto/Nova Escola

Conselho de classe é o momento no qual a escola toda se reúne para discutir os resultados do que já foi feito até o momento no que diz respeito ao trabalho dos educadores, desempenho dos alunos e estratégias para melhorar todo o processo de ensino. 

Mais do que “fechar as notas” dos estudantes, definir quem será aprovado e se haverá reprovados, é importante refletir sobre o desenvolvimento da escola como um todo e propor mudanças de estratégias para que as metas pedagógicas definidas no planejamento do início do ano e pelo projeto político-pedagógico sejam cumpridas. Para que esse processo seja feito de maneira mais justa e participativa, é interessante que não só professores e gestores sejam ouvidos, mas também os pais e os próprios alunos. Afinal, eles também são agentes ativos do processo de ensino aprendizagem. 

Para elaborar essas dicas, NOVA ESCOLA consultou Maria Luiza Ramos, pedagoga e formadora da Elos Educacional, e Joice Lamb, coordenadora pedagógica da Rede Municipal de Nova Hamburgo (RS) e Educadora Nota 10. Confira: 

Antes do conselho:

Converse sobre avaliação

O primeiro trabalho a ser feito, que deve começar muito antes do dia da reunião do conselho, é construir entre os professores uma ideia de avaliação formativa. O ato de avaliar deve ser encarado por todos, docentes e discentes, como um momento de entender as dificuldades do aluno para, a partir disso, criar estratégias para ajudá-lo. De modo algum a avaliação deve servir para puni-lo. Para isso, o coordenador pode propor a leitura de pesquisas e dados sobre o processo avaliativo. 

Ouça alunos e pais
Realizar um conselho participativo é possível e muito enriquecedor para a escola. Marque um horário para que a gestão se reúna com representantes dos alunos e outro para que os responsáveis também possam comparecer. Caso isso não seja possível, crie um formulário para que estudantes e familiares formulem opiniões, sugestões e perguntas. Uma dica é fazer isso por meio de alguma plataforma on-line, como o gratuito Google Forms, que facilitará a visualização das informações coletadas.

Reúna todos os dados
Para que, durante a reunião, a avaliação dos alunos seja mais clara e objetiva, defina previamente de que modo e o que os professores precisam anotar em suas observações. O ideal é que todos utilizem o mesmo modelo de ficha de registro e que todos os dados - notas de provas, trabalhos, frequência e observações - devem ser finalizados antes do dia da reunião e entregues para verificação dos gestores caso estes julguem necessário. 

Organize as pautas da reunião com antecedência 
Dificilmente uma escola conseguirá reservar horas para discutir a fundo a situação de uma turma. Portanto, o gestor deve pedir com alguns dias de antecedência que os professores informem o que desejam levar para a reunião e quantos casos mais delicados precisam ser discutidos. De acordo com as respostas e com o tempo disponível para a realização do conselho de classe, a equipe gestora definirá, por exemplo, se haverá uma reunião para discutir cada turma ou apenas uma para todas de um mesmo ano escolar, qual o horário de cada reunião e quanto tempo de fala cada professor terá. 


Durante o conselho:

Levante a situação da classe e de alunos específicos
Durante a reunião, os professores devem analisar o desempenho da turma como um todo. Além disso, é preciso reservar um tempo para discutir mais detalhadamente a situação de alunos que apresentam maiores dificuldades. Os educadores precisam saber dizer em que áreas os problemas mais aparecem, se já descobriram os motivos e o que já tentaram para reverter a situação.  

Deixe os desabafos para depois
Não transforme a reunião em uma sessão de desabafos e lamentos docentes. Cada professor deve utilizar seu tempo de fala para discorrer sobre os desafios que encontrou durante o período escolar de modo a torná-los públicos para a equipe, com o objetivo de encontrar soluções.   

Faça uma autoavaliação
As dificuldades do cotidiano escolar são muitas, mas os educadores não podem se ver como vítimas de uma situação e nem se colocar apenas no lugar de quem julga. O conselho de classe é um momento para falar sobre os estudantes, mas, enquanto isso é feito, os professores e os gestores podem analisar quais aspectos da sua prática de trabalho ajudaram ou atrapalharam os resultados. 

Proponha encaminhamentos
É comum que durante o conselho sejam discutidas situações muito delicadas e de difícil resolução. Mas, por mais desafiador que possa parecer, toda a equipe presente no momento deve se unir para propor encaminhamentos. Veja o que já foi feito e estabeleça o que ainda pode ser testado para ajudar algum aluno ou turma com dificuldades. Além disso, determine quais agentes estarão envolvidos nessa tentativa de recuperação e um prazo para que seu resultado seja analisado. 

Depois do conselho: 

Organize os dados e a ata da reunião
Após o término da reunião, os gestores devem organizar todos os dados coletados em tabelas, gráficos e ata (por turma, ano escolar e etapa de ensino). Dê preferência por utilizar ferramentas digitais que tornem possível visualizar as informações de modo claro. Atenção: por mais bem elaborado que esteja, um documento que não é acessado não ajudará em nada o processo de ensino aprendizagem. Salve os arquivos de modo seguro e disponibilize-os para que todos os educadores possam acessá-los sempre que necessário.    

Ofereça uma recuperação
Todo processo avaliativo deve sugerir maneiras para que os alunos que não alcançaram os resultados esperados possam se recuperar. Afinal, todo esse processo é feito visando ao aproveitamento máximo de suas capacidades de aprendizagem, que podem ter tempos mais rápidos ou mais lentos. Analise o que está ao alcance da escola para ajudá-los a se desenvolver.  

Explique a situação para os responsáveis
Nos dias seguintes ao conselho de classe, é altamente recomendada a realização de uma reunião de pais. Nessa oportunidade, entregue os boletins, explique o trabalho que foi realizado até então e as dificuldades e potencialidades da turma. Situações mais específicas (como estudantes encaminhados para reforços escolares, reprovados ou com problemas recorrentes de indisciplina, por exemplo) devem ser discutidas em momentos particulares em que esteja presente um gestor, o professor responsável pela turma ou disciplina em questão e um responsável pela criança ou adolescente. 



Tags

Guias