Compartilhe:

Jornalismo

O sintoma sinaliza que há algum desajuste de ordem metabólica no corpo, como fadiga muscular, suprimento de sangue insuficiente ou desequilíbrio de minerais no organismo, como o cálcio, o sódio e o potássio. O problema pode se manifestar no momento em que um esforço físico cause incômodo, quando a pessoa transpira muito ou se há uma grande concentração de ácido lático no músculo. Porém as chances de que a câimbra apareça são menores se, antes da atividade física, forem feitos alongamentos que ajudem a preparar a musculatura. A ingestão de líquidos também ajuda a evitá-las, já que eles auxiliam na hidratação do corpo. Se o problema aparecer durante uma aula, o professor pode ajudar o aluno a encontrar uma posição mais confortável, para descontrair a musculatura, ou fazer uma massagem suave, para amenizar o desconforto. Em poucos segundos, a dor tende a desaparecer, sem implicar em consequências para a saúde.


Consultoria Marcos Neita, professor de Metodologia do Ensino da Universidade de São Paulo (USP).

Pergunta enviada por Rubens Oliveira Simões Pinto, São Paulo, SP

continuar lendo