Prêmio Victor Civita: relato vencedor

Dicas para apresentar bem o trabalho feito por você

POR:
Paula Peres, NOVA ESCOLA, Beatriz Vichessi

Textos que descrevem de forma clara e detalhada o que o educador planejou e fez para ensinar os alunos e também o que eles aprenderam. É o que a equipe de selecionadores do Prêmio Victor Civita Educador Nota 10 espera dos relatos que recebe. O material bem organizado não deixa dúvidas. O educador explica por que escolheu determinados conteúdos, o que queria que a turma aprendesse, como desenvolveu o trabalho e de que maneira o grupo foi avaliado. "Prestamos muita atenção nas situações didáticas propostas, nas intervenções docentes e, é claro, de que forma tudo impactou na aprendizagem dos alunos", explica Regina Scarpa, coordenadora pedagógica da Fundação Victor Civita (FVC).

Na hora de redigir o texto para enviar pelo site, podem surgir dúvidas. Como organizar em palavras tudo o que foi feito? Normal. Afinal, esse é o primeiro contato dos selecionadores com seu trabalho. Para ajudá-lo, NOVA ESCOLA apresenta os principais trechos do relato elaborado por Elisangela Carolina Luciano, a Educadora do Ano de 2013, com Comentários de Beatriz Gouveia, selecionadora de Alfabetização (leia abaixo). Outra dica valiosa é consultar o site do Prêmio, onde há mais explicações detalhadas sobre cada um dos itens que devem ser contemplados.

Fique atento: professores (de Educação Infantil, do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental e de Educação de Jovens e Adultos/EJA) e gestores (diretores, coordenadores pedagógicos e orientadores educacionais das etapas citadas acima e de Ensino Médio) têm até 6 de julho para se inscrever pelo site.


Autora do projeto: Elisangela Carolina Luciano
Título: Alfabetização e comunicação visual 

Justificativa

(...) Meu projeto se justifica no contexto de favorecer que os conhecimentos adquiridos dentro da escola sejam utilizados fora dela. Meu desafio foi desenvolver propostas significativas e contextualizadas como premissa para que o processo de alfabetização acontecesse (...).

Comentário da selecionadora "Elisangela explica que queria fazer um projeto em que a língua fosse usada numa situação comunicativa - ainda que nem todos os alunos soubessem escrever convencionalmente."


Objetivos

Mobilizar os conhecimentos dos estudantes de modo a conciliar a aprendizagem do sistema alfabético de escrita e o desenvolvimento de estratégias de compreensão e produção de textos orais e escritos, favorecendo que o fruto do trabalho circule na comunidade externa (...).

Comentário da selecionadora "O texto deixa claro o que os alunos terão de fazer e o que se espera que aprendam no decorrer do projeto."


Conteúdos curriculares

  • Apropriação do sistema de escrita.
  • Ampliação da oralidade.
  • Produção de textos.
  • Participação em situações de leitura e escrita.
  • Comportamentos leitores e escritores.
  • Escrita de próprio punho.

Comentário da selecionadora "O que foi ensinado está devidamente relacionado com os objetivos descritos."


Metodologia

1ª etapa: Avaliação diagnóstica: realizei uma avaliação diagnóstica fazendo o ditado de uma lista de palavras e uma frase. Após realizar a sondagem, tive uma visão geral dos diferentes saberes de meus alunos, o que favoreceu a organização de agrupamentos produtivos e, consequentemente, a troca de conhecimentos entre eles. (...)

Comentário da selecionadora "A professora descreve como mapeou os saberes da turma, justificando os conteúdos descritos anteriormente."


Avaliação

(...) Terminamos o projeto e apliquei nova sondagem das hipóteses de escrita, obtendo o seguinte diagnóstico: 19 crianças com escrita alfabética (algumas indagando muito sobre as questões ortográficas), duas com escrita silábico-alfabética, uma com escrita silábica com valor convencional nas vogais e outra pré-silábica (mas utilizando letras, e não mais desenhos). Ou seja, um resultado satisfatório.

O projeto propiciou boas situações de aprendizagem. Elas tiveram como princípios levar as crianças a aprenderem refletindo sobre a escrita, colocando em jogo o que sabem e pensam sobre o conteúdo por meio do qual as atividades foram organizadas. Os estudantes tiveram problemas a resolver e decisões a tomar em função do que foi proposto (...).

Comentário da selecionadora "O mapeamento inicial foi retomado pela professora para justificar o que foi aprendido pela garotada."


Autoavaliação

Organizei de forma articulada objetivos, conteúdos, estratégias, o uso de recursos tecnológicos e avaliação em prol da aprendizagem de todos. O trabalho de articulação com os pais visou auxiliar na compreensão da alfabetização dos filhos.

Comentário da selecionadora "Houve a preocupação de que os pais entendessem o processo de alfabetização."

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias