Prêmio Victor Civita: em busca dos melhores de 2012

Iniciativa de reconhecimento a educadores completa 15 anos e divulga os vencedores

POR:
NOVA ESCOLA, Ana Ligia Scachetti, Márcia Scapaticio
Regina Scarpa telefona para cada um dos 11 vencedores e anuncia que os projetos são nota dez. Foto: Gabriela Portilho
A ligação da vitóriaRegina Scarpa (à dir.) telefona para cada um dos 11 vencedores e anuncia que os projetos são "nota dez"

Ao ler a lista de vencedores da 15ª edição do Prêmio Victor Civita - Educador Nota 10, apresentada na página seguinte, talvez você não imagine o esforço empreendido para definir os autores dos melhores projetos. Mas muitas mãos e, principalmente, muitas mentes trabalharam juntas antes que se chegasse a esse resultado.

O percurso começou nas escolas dos cerca de 2,5 mil educadores que enviaram sua inscrição para a Fundação Victor Civita (FVC) este ano. Devidamente registrados, os projetos chegaram para os selecionadores desta edição: Marisa Garcia (alfabetização), Valquíria Pereira e Rita Jover Faleiros (Língua Portuguesa), Clélia Cortez (Educação Infantil), Daniela Alonso (inclusão), Juliano Custódio Sobrinho (História), Marisa Szpigel (Arte), Celina Bruniera (Língua Estrangeira), Sueli Furlan (Geografia), Luciana Hubner (Ciências), Ana Flávia Alonço Castanho e Dermeval Santos Cerqueira (Matemática), Marcelo Barros da Silva (Educação Física) e Débora Rana e Ana Benedita Guedes Brentano (gestão).

Educadores Nota 10
Saiba quem são a diretora e os professores vencedores de 2012

- Alessandra Silva de Souza 
Geografia, 6º ano, São Paulo, SP

- Alessandro de Oliveira Branco 
Arte, Ciclos I, II e III, Goiânia, GO

- Antonio Oziêlton de Brito Sousa 
Língua Portuguesa, 8º ano, Ocara, CE

- Cesar Luis Theis 
História, 9º ano, Dionísio Cerqueira, SC

- Cristina Mara da Silva Corrêa 
Educação Infantil, São Paulo, SP

- Débora Del Bianco Barbosa Sacilotto
Diretora, Artur Nogueira, SP

- Felipe Bandoni de Oliveira Ciências
EJA, São Paulo, SP

- Jorge Cesar Barboza Coelho 
Língua Portuguesa, 9º ano, Campo Bom, RS

- Luciane Fernandes Ribeiro
Matemática, 4º ano, Marabá, PA

- Valkiria Grun Karnopp 
Matemática, 8º ano, Joinville, SC

- Vera Cristina Terrabuio Lucato 
Arte, 9º ano, Dois Córregos, SP

No grupo, há veteranos e aqueles que participaram pela primeira vez, caso de Marisa Garcia, professora do Instituto Superior de Educação Vera Cruz (Isevec). Para ela, o processo de seleção foi uma oportunidade de conhecer o trabalho e a realidade de profissionais de todas as partes do Brasil (leia os comentários de outros selecionadores abaixo). "Um dos diferenciais da premiação é dar foco à aprendizagem e não somente ao ensino. Isso reforça a importância do planejamento das atividades", diz.

Esses aspectos, que marcam o Prêmio, são parte do que Marisa e os demais buscaram identificar na leitura dos relatos recebidos. Após uma primeira triagem, eles entraram em contato com os pré-selecionados para tirar dúvidas, saber detalhes do trabalho e pedir mais material. "Percebemos um aumento no número de professores que tinham o portfólio organizado, bem como vídeos sobre o que haviam realizado em sala de aula", comemora Regina Scarpa, coordenadora pedagógica da FVC. "A importância do registro do trabalho está cada vez mais clara para o professor", completa Priscila Monteiro, consultora pedagógica da instituição.

Com as dúvidas sanadas, todos os especialistas se reuniram com a coordenação pedagógica da FVC e apresentaram seus eleitos para a lista de 55 finalistas e, entre eles, os 11 premiados do ano (dez professores e um gestor). "A opinião de todos é considerada para compor a lista final, independentemente da área de formação", comenta Regina.

Balanço
Selecionadores falam sobre a prática dos professores inscritos

Dermeval Santos Cerqueira. Foto: Anderson Moço e Gabriela Portilho

"Durante a análise do material, concluí que há docentes preocupados com o ensino e a aprendizagem de Matemática, inovando e até interagindo com outras áreas do conhecimento."

Dermeval Santos Cerqueira, formador de professores de Matemática.

Sueli Furlan. Foto: Anderson Moço e Gabriela Portilho

"Os professores continuam estudando e procurando cursos de especialização. Vimos o reflexo disso nos registros dos projetos, que estão melhores e mais pautados nos conteúdos."

Sueli Furlan, doutora em Geografia e professora da Universidade de São Paulo (USP).

Celina Fernandes. Foto: Anderson Moço e Gabriela Portilho

"Neste ano, há um bom número de docentes que desenvolveram projetos voltados ao ensino com textos, em vez de palavras, algo fundamental para a aprendizagem de uma língua estrangeira."

Celina Fernandes, consultora em Língua Estrangeira.

O grupo que acaba de ser eleito passa a fazer parte de um conjunto de 171 professores já reconhecidos nos 15 anos de existência do Prêmio (saiba mais sobre a iniciativa). No total, 48.730 projetos de todas as disciplinas já foram inscritos e passaram por processos semelhantes ao realizado este ano. Aos vencedores, foram distribuídos 1,795 milhão de reais em dinheiro.

A jornada dos vencedores de 2012, que começou com seus alunos na sala de aula, ainda conta com mais algumas etapas após terem recebido a ligação de Regina informando sobre a vitória. Todos serão visitados pela equipe de reportagem de NOVA ESCOLA e irão recontar detalhes dos projetos. O resultado será apresentado em breve na revista. Em outubro, eles passam um dia inteiro em São Paulo esmiuçando suas práticas para o júri que, finalmente, definirá o Educador do Ano. E a cerimônia final de premiação será no Dia do Professor.

O Prêmio em números

- Cerca de 2,5 mil educadores participaram desta edição

- Inscritos por segmento

Prêmio Victor Civita 2012 - Inscritos por segmento

- Inscritos por região

Prêmio Victor Civita 2012 - Inscritos por região

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias