Paula Peres Jornalista pela Universidade de São Paulo (USP), trabalhou com Educação antes mesmo de entrar na faculdade e foi educadora voluntária do Projeto Redigir por quatro anos. Nasceu no Capão Redondo, periferia de São Paulo, é feminista, pagodeira e tem sempre uma piada na ponta da língua. Gosta do cheiro de escola, café e pipoca.

A inteligência artificial nossa de cada dia

POR:
Soraia Yoshida

Meu primeiro contato imediato com inteligência artificial foi o livro “Eu, robô”, do escritor norte-americano Isaac Asimov. Clássico da ficção-científica, o livro traz histórias sobre robôs que aprendem a pensar por si mesmos, em vez de apenas realizar tarefas. Eu me lembro que na época fiquei de queixo caído. O impacto só aumentou ao assistir 2001, uma Odisseia no Espaço. Mas isso é outra história.

Hoje, a inteligência artificial está impregnada nas pequenas coisas do nosso dia. Quando você aciona um aplicativo ou dá um comando de voz para ligar para um amigo, lá está a IA funcionando a seu favor. Na Educação, não deveria ser diferente. Professor e aluno podem se beneficiar muito de plataformas de aprendizagem, que captam as dificuldades na aprendizagem e fornecem dados para o professor determinar a melhor intervenção. Entenda mais sobre inteligência artificial neste texto da querida Débora Garofalo.

Débora deixa bem claro que o professor é essencial nesse processo de aprendizagem. Só ele é capaz de liberar e desenvolver o potencial criativo dos estudantes. É o que diz a professora Ana Mae Barbosa, referência no ensino de Arte no Brasil. Ela explica nesta reportagem que a prática do desenho desenvolve a capacidade de relacionar três textos de diferentes temas. “Isso é uma coisa fantástica, pode ser explorada em qualquer área”, diz Ana Mae. Leia na íntegra a entrevista.

Setembro Amarelo

No Dia D da campanha, aproveite para ler alguns conteúdos que explicam como conduzir a conversa sobre prevenção ao suicídio na escola e o que ela pode fazer para trabalhar a saúde emocional de professores e alunos. Confira aqui esses conteúdos.

Spoiler: não deixe de conferir amanhã o vídeo da psicóloga Ana Carolina D’Agostini sobre os principais comportamentos de atenção aos quais devemos estar atentos quando um aluno não está bem.

Muito obrigado pela atenção, se cuide

 

Soraia Yoshida
Editora de Nova Escola e Nova Escola Gestão

Tags

Guias

Tags

Guias