Paula Peres Jornalista pela Universidade de São Paulo (USP), trabalhou com Educação antes mesmo de entrar na faculdade e foi educadora voluntária do Projeto Redigir por quatro anos. Nasceu no Capão Redondo, periferia de São Paulo, é feminista, pagodeira e tem sempre uma piada na ponta da língua. Gosta do cheiro de escola, café e pipoca.

O amor pela escrita começa pela palavra

POR:
Soraia Yoshida

Não sei você, mas desde pequena eu tinha um fascínio por dicionários. Achava aquele “livro enorme”, de capa dura e muito pesado a mais completa tradução de aprendizado e conhecimento. Talvez seja por isso que eu tenha comprado, ao longo dos anos, tantos dicionários – do maravilhoso Houaiss ao Aurélio, passando por tomos da língua inglesa, francesa e espanhola.

Mara Mansani também cita esse fascínio pelas descobertas que fazemos ao folhear dicionários em “Por que usar e criar dicionários ajuda na Alfabetização”. Ela dá boas sugestões para criar atividades em torno do dicionário que vão da busca pelo significado de uma palavra até curiosidades, mas de forma divertida que, me parece, vai fazer com que muitas meninas e meninos enxerguem nos dicionários a fonte de pesquisa e meio para construir seus textos. Leia na íntegra a coluna desta semana.

Por falar em pesquisa, um grupo de pesquisadores da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Araraquara (SP) está desenvolvendo um projeto que busca usar Objetos de Aprendizagem como apoio ao desenvolvimento de conteúdos curriculares de alunos do 1º e 2º ano do Ensino Fundamental. Dentre os conteúdos estão como relacionar elementos sonoros (sílabas, fonemas, partes de palavras) com sua representação escrita, ler e escrever palavras com exatidão e identificar rimas e aliterações. Saiba mais sobre esse projeto aqui.

Setembro Amarelo

O conteúdo especial de hoje para a campanha Setembro Amarelo traz 14 perguntas e respostas sobre como evitar o suicídio e trabalhar a saúde emocional na escola. Vale ler e depois conversar com os colegas, quem sabe eles estão passando pela angústia de não saber como tratar desse tema em sala de aula? Leia aqui.

Por hoje, fico por aqui. E quem quiser, pode me contar a sua palavra preferida do dicionário. A minha é sonhar.

Até mais, fique bem

 

Soraia Yoshida
Editora do site Nova Escola e Nova Escola Gestão