Planejar o ano sem levar em conta o PPP

Assim não dá!

POR:
NOVA ESCOLA
Heloisa Ramos. Foto: Marina Piedade Heloisa responde

Heloisa Ramos é formadora de professores e foi colunista de NOVA ESCOLA até 2013.

Clique aqui para mandar a sua dúvida para a nova colunista

Os objetivos, as diretrizes e as ações do processo educativo de uma escola estão detalhados no seu projeto político-pedagógico (PPP), que deve ser elaborado e revisado anualmente pela comunidade escolar. O documento expressa não só as exigências legais do sistema educacional como também necessidades, propósitos, expectativas e metas da instituição de ensino. Não dá, portanto, para o professor planejar seu trabalho do ano considerando apenas interesses individuais e sem levar em conta o PPP. É preciso trabalhar de forma alinhada, de modo que as estratégias adotadas por cada docente ajudem a concretizar as metas instituídas nessa orientação mais geral. Se, por exemplo, ficou decidido coletivamente que uma das funções da escola é formar um cidadão crítico e reflexivo, o educador precisa selecionar metodologias e conteúdos que favoreçam essa formação. Seu planejamento não pode ser baseado em aulas em que só o adulto tem a palavra e não sobra espaço para a expressão do ponto de vista da classe. Vale lembrar que o professor não trabalha sozinho, mas em conjunto com a equipe e tendo como foco o aluno.

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias

Tags

Guias