Nova Escola prepara novo produto digital com a participação de professores

Campanha de cocriação foi lançada em julho e já mobilizou mais de 3 mil educadores

POR:
Pedro Annunciato
Uma das turmas de educadores que participam da campanha #CrieComNovaEscola, junto com a equipe da publicação, na redação, em São Paulo. Foto: Renato Stocker

Já pensou se você pudesse construir um produto de Nova Escola sob medida para as suas necessidades, participando das decisões mais importantes? Bem, se você nunca imaginou que isso seria possível, nós imaginamos.

Desde o mês de julho, mais de 3 mil pessoas participam ativamente da campanha #CrieComNovaEscola, que tem como objetivo desenvolver um novo produto de conteúdo digital, pensado por educadores, para educadores. O processo, dividido em várias etapas, vai até outubro, quando está previsto o lançamento do novo produto.

Além da participação digital, por meio das redes sociais e de uma série de pesquisas enviadas por e-mail, a cocriação já realizou oito encontros presenciais, com 50 professores e gestores de todo o país. A campanha também mobilizou 10 influenciadores digitais, que ajudaram a divulgar e a discutir o passo a passo do processo. “Eu acredito que ninguém melhor do que os professores que estão dentro da realidade da sala de aula pra poder ajudar outros professores. E isso é o mais incrível que a Nova Escola está proporcionando”, diz Lorena Carvalho, professora de Educação Infantil e criadora do canal Professora Coruja, um dos mais acessados do YouTube.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Nova Escola (@novaescola) em

Como funciona a cocriação

A cocriação é uma maneira que diversas empresas e organizações têm encontrado para desenvolver produtos e serviços mais alinhados às necessidades dos clientes. Não existe uma metodologia única para fazer isso, mas a ideia é que os consumidores participem de todas as etapas, contribuindo com sugestões, críticas e testes. “No nosso caso, optamos por utilizar nos encontros presenciais e nos questionários uma série de estratégias de design thinking, que permitem que várias pessoas trabalhem coletivamente as ideias”, explica Patrick Cassimiro, coordenador de design da Nova Escola, responsável pelos encontros. O design thinking é um processo de criação que envolve etapas que vão do mapeamento de problemas e necessidades até a criação dos primeiros protótipos de um produto, que serão testados com os clientes.

Durante os oito encontros, os educadores realizaram uma série de exercícios dessa metodologia. Na primeira fase, a de Dores, os participantes levantaram quais são os problemas que os professores enfrentam na rotina e as primeiras ideias sobre como um produto da Nova Escola poderia aliviá-las.

No primeiro encontro, a professora Maíra  Franco Tangerino conta quais são suas dificuldades no dia a dia. Foto: Renato Stockler

Já na segunda etapa, a de Hipóteses, a equipe de Nova Escola apresentou para os educadores três possibilidades de produto que poderiam resolver essas dores. A tarefa dos professores foi avaliar essas sugestões e dizer quais seriam as mais interessantes.

As professoras  Rafaela Kirmse e Emilly Fidelix e o professor Kadir Cavdarli (ao centro) recebem auxílio do coordenador de design da Nova Escola, Patrick Cassimiro (em pé). Foto: Renato Stockler

Neste momento, o processo está na terceira fase, a de Features (ou funcionalidades, em tradução livre). O time de Nova Escola, a partir das hipóteses mais bem avaliadas na fase anterior, desenvolveu um modelo simples de produto digital, com botões e comandos básicos. Os participantes tiveram a oportunidade de testar e dizer suas impressões.

Professor Gabriel Rubira navega pelo modelo criado para a terceira fase. Foto: Renato Stockler

Na quarta e última fase desse processo de cocriação, os participantes poderão testar os primeiros protótipos do produto na plataforma digital de Nova Escola.

Ainda dá tempo de participar dessa campanha e ajudar a Nova Escola a criar um produto feito sob medida para você. Acompanhe os nossos perfis no Facebook e no Instagram e fique atento às próximas atividades.

Tags

Guias