Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

BNCC da Educação Infantil: duas especialistas tiram dúvidas sobre o tema

Acompanhe ao bate-papo sobre como implementar a BNCC na Educação Infantil

POR:
NOVA ESCOLA

Qual é a concepção de criança trazida pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e como aplicá-la na prática? Como essa visão pode ser incorporada ao projeto político-pedagógico (PPP)?

Estas são algumas das dúvidas que professores e gestores estão enfrentando diante da implementação da BNCC na Educação Infantil. Para discutir essas e outras questões, NOVA ESCOLA e o Movimento pela Base Nacional Comum trouxeram duas especialistas em BNCC e Educação Infantil para um bate-papo. Você pode acompanhar essa conversa também na página de NOVA ESCOLA no Facebook.

Neste Live, nós contamos com as seguintes convidadas:

Raquel de Oliveira – coordenadora do CEIPE/FGV, trabalha com educação desde 1996. Graduada em Letras na UERJ e Produção Editorial na UFRJ, com mestrado em Estudos da Linguagem na PUC-Rio. No Brasil, Raquel já trabalhou com gestão de equipes pedagógicas em mais de 450 escolas pelo grupo Santillana. Internacionalmente, atuou com Primeira Infância em creches na África do Sul e estudou formação inicial e continuada dos professores em Shanghai e em Harvard, nos Estados Unidos. 

Beatriz Abuchaim - possui graduação em Psicologia pela Pontícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1997), mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2006) e doutorado emEducação/Currículo da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2012). Foi bolsista do programa de doutorado sanduíche da Comissão Fullbright e CAPES, com estágio nos Estados Unidos da América, na University of North Carolina (2011-2012). Trabalhou como pesquisadora na Fundação Carlos Chagas e comoprofessora convidada no Centro Universitário Faculdades Metropolitanas Unidas. Tem experiência nas áreas de Educação e Psicologia, atuando principalmente nos seguintes temas: educação intantil, avaliação, currículo e formação de professores.

O bate-papo aconteceu no dia 6 de agosto.