Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Saiba | Pesquisa


Por: Tory Oliveira

Faltam professores na Educação Infantil

Para universalizar o acesso a creches e pré-escola, é necessário investir e capacitar mais docentes, diz Unicef

Para universalizar a Educação Infantil até 2030, estima-se que serão necessários mais 9,3 milhões de professores. Globalmente, há 175 milhões de crianças excluídas, metade da população que deveria estar na creche ou pré-escola, aponta o relatório global do Unicef sobre creches e pré-escolas, A World READY to LEARN. Focado na importância da etapa para a aprendizagem e na desigualdade de acesso e qualidade, o texto deixa claro que, apesar dos avanços, há um longo caminho até 2030, data-limite para incluir todos os meninos e meninas em idade adequada. Unicef também pede que os países considerem a importância e canalizem 10% do orçamento da Educação para a etapa (hoje a média é de 6,6%, com desigualdade entre nações pobres e ricas). Por fim, além de garantir o acesso, é preciso melhorar a qualidade do ensino ofertado para crianças de 0 a 5 anos, o que passa pela atração de mais profissionais para a área, investimento em salários e formação dos professores.

DESIGUALDADE NA INFÂNCIA

Em países de baixa renda, só 1 em cada 5 crianças está em creches ou pré-escolas. Incluir com qualidade é desafio. 

Quem não chega
Além da renda, a escolaridade da mãe e o local da residência são os principais fatores para a exclusão

Educação da mãe
Crianças cujas mães cursaram o Ensino Médio têm 5 vezes mais chance de ir para a Educação Infantil do que aquelas cujas mães não têm o Fundamental

Campo x cidade
Crianças que vivem em áreas urbanas têm 2,5 vezes mais chance de fazer Educação Infantil do que os que vivem na zona rural

Barreiras
Países de baixa e média renda abrigam a maioria das crianças, mas só 32% dos professores.

Veja alguns dados: 

Ilustrações: Alexandre Affonso

RAIO X: EDUCAÇÃO INFANTIL NO BRASIL
Como está a formação dos docentes e a evolução das matrículas nas creches e pré-escolas brasileiras

Na creche
35,6% dos educadores brasileiros não têm Ensino Superior
89 pessoas fizeram doutorado: 56 no Sudeste e 6 no Nordeste

Na pré-escola
33% dos educadores brasileiros não têm Ensino Superior
132 pessoas fizeram doutorado

8,7 milhões é o total de alunos matriculados na Educação Infantil em 2018. O número cresceu 11,1% desde 2014.

589,9 mil é o total de docentes que atuam na Educação Infantil em 2018. O número cresceu 17,4% desde 2014.