Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Saiba | Tecnologia


Por: Tory Oliveira

OMS recomenda limitar telas e incentivar brincadeiras

Estudo recente traz novas diretrizes para saúde de crianças entre 0 e 5 anos de idade

Nada de celular, televisão ou outras telas até a criança completar 1 ano. Depois, até os 5 anos, a exposição não deve ultrapassar uma hora diária. Também recomenda-se não deixar os bebês no colo ou sentados presos a cadeirinhas por muito tempo e prestar atenção na quantidade e qualidade do sono na primeira infância. Essas são as últimas recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre a interação de crianças bem pequenas com a tecnologia, presentes no estudo publicado em abril. Seguir as recomendações pode parecer difícil para pais e educadores imersos na ultraconexão dos tempos atuais, mas a OMS lembra que a primeira infância é marcada pela velocidade do desenvolvimento físico e cognitivo, além de ser um período-chave para formar hábitos mais saudáveis. Uma boa forma de deixar o celular de lado é apostar em brincar e mexer o corpo: recomendam-se três horas de atividade por dia, a partir de 1 ano.

O QUE A OMS DIZ

Desligue as telas
Até 1 ano de idade, deve-se evitar a exposição do bebê a telas eletrônicas de qualquer tipo.
Depois, o máximo recomendado é uma hora por dia.

Boa noite
Bebês devem dormir de 14 a 17 horas por dia até os 3 meses. Até os 11 meses, recomenda-se de 12 a 16 horas de sono. Horários regulares para dormir e acordar também são importantes.

Sem ficar parado
Estimular atividades e brincadeiras é preferível a deixar o infante muito tempo sentado no mesmo lugar. Evite deixá-los presos na cadeirinha, no carrinho, no colo ou sentados por mais de 1 hora.

Foto: Getty Images