Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Como montar um kit de Robótica de baixo custo para usar na sua aula

Interruptores, materiais para montar circuitos e sucata podem ser usados por quem está começando a explorar o mundo maker

POR:
Débora Garofalo
Placa de Arduino usada na construção de protótipos de robótica   Crédito: Divulgação

De uns tempos para cá, uma das perguntas que mais tenho recebido é “Por onde devo começar o ensino de Robótica?”, seguida de “Qual material devo ter para trabalhar com os alunos?”.

É hora de acabar com esse mito de que para trabalhar robótica é necessário ter um kit específico. Ter um material adequado enriquece as aulas, mas a melhor companhia para esse material é atitude e vontade para transformar o processo de aprendizado!

LEIA MAIS   Robótica: como construir protótipos usando recursos de baixo custo

Para começar o trabalho de robótica, você precisa passar antes por algumas etapas que considero percussoras ao trabalho, para causar na sua turma o encantamento pelo novo. Esse impacto vai ajudar a envolver os estudantes em problemas reais, tirando-os da passividade e trazendo-os para o centro do processo de aprendizagem.

Para iniciar o trabalho, a cultura maker pode ser o pontapé inicial. A cultura maker parte do princípio do “faça você mesmo” e possibilita aos alunos criar trabalhos e protótipos a partir de problemas reais.

LEIA MAIS   As lições de uma professora brasileira no Teacher Prize

Os materiais poderão ser de baixa tecnologia (low tech, em inglês), para explorar montagens de circuitos, funcionamento de motores, interruptores, potenciômetros, leds e resistores, acrescidos de materiais não estruturados (de sucata). Com estes materiais já é possível criar muitos objetos e o professor atua como mediador do processo, permitindo que os estudantes possam aguçar sua criatividade.

A filosofia maker parte do princípio de que aprendemos uns com os outros e que todos somos seres criadores!

Na sequência pode ser trabalhada a programação desplugada, que nada mais é do que a programação longe dos computadores. Sem a necessidade de utilizar programas específicos, você pode dar aos seus alunos desafios de forma concreta, para que eles possam vivenciar a programação. É importante oferecer desafios reais aos alunos para que exercitem o pensamento computacional.

Após essa vivência, os alunos estarão preparados para iniciar a programação. Um dos programas que sempre utilizo com os estudantes é o Scratch, que é um software livre. Além de ser lúdico e interativo, ele possui várias possibilidades de interação.

Depois destes passos, os alunos estarão familiarizados a trabalhar com a robótica e iniciar os estudos com placas programáveis, realizando programações pelo computador e passando para a placa, via USB.

Começar simples é essencial para o ensino de robótica. Permita que os alunos criem os seus protótipos, que podem ser robôs, carrinhos, semáforos e tudo o que a imaginação permitir exercendo desta maneira, o pensamento científico, aliado à inventividade e à criatividade.

Como montar o seu kit

Para montar seu kit de robótica, deixo aqui alguns materiais que podem ser adquiridos em lojas de eletrônica e com recursos da APM da escola. Para consolidar o trabalho, é importante envolver as pessoas, de modo que os pais e responsáveis percebam o avanço de seus filhos na aprendizagem.

Os materiais devem ser adquiridos partindo da premissa de que professor a alunos vão trabalhar em grupo. Vale salientar que o ensino traz como premissa a colaboração, empatia,  resolução de problemas e o desenvolvimento das relações socioemocionais, características que serão trabalhadas conjuntamente com o aprendizado da robótica.

 

MATERIAIS LOW TECH

Descrição

Interruptor pequeno – 2 chaves

Fio simples para robótica (espessura fina- 0,5mm/0,75mm/1,0 mm)

Potenciômetro

Motores 6V

Leds coloridos (branco, amarelo, verde, azul, vermelho)

Resistores (de acordo com o led adquirido)

Suporte bateria 9V

Bateria 9V

Suporte duplo Pilha AA

Pilha AA

MATERIAIS HIGH TECH

Descrição

Placa Arduino UNO e ou Microbit

Motor servo 9g 180º

Buzzer

Motor DC 3A – 6V direito

Motor DC 3A – 6V esquerdo

Motor DC 3A – 6V com caixa de redução e eixo duplo

Jacarés

Protoboard

Jumpers

Conectores

Sensores digitais Touch e Magnético

Sensores de luz

Sensores: analógicos de distância, linear

Led RGB (vermelho, verde e azul)

Cabo USB (mini)

Suporte de bateria 3.7 V

Bateria 3.7 V

Módulo de Bluetooth

Recarregador de bateria 3.7 V

 

E você querido professor, como trabalha a robótica em sala de aula? Conte aqui nos comentários e ajude a fomentar práticas docentes.

Um abraço,

Débora Garofalo

Professora da rede Municipal de Ensino de São Paulo, formada em Letras e Pedagogia, mestranda em Educação pela PUC-SP, colunista de Tecnologia para o site da NOVA ESCOLA, Vencedora na temática Especial Inovação na Educação no Prêmio Professores do Brasil e Top 10 no Prêmio Global Teacher Prize, considerado o Nobel da Educação.