Em menos de 24 horas, Inep perde presidente e responsável pelo Enem

A exoneração de Marcus Vinicius Rodrigues foi divulgada no dia 26 e nem um dia depois, Paulo César Teixeira anuncia saída

POR:
NOVA ESCOLA
O ministro Ricardo Vélez Rodríguez na cerimônia de posse dos diretores do Inep: na foto, Paulo César Teixeira aparece à direta do ministro Ricardo Vélez Rodríguez    Crédito: Luis Lima/MEC

O alto escalão do MEC anda abalado esta semana: primeiro, Tania de Almeida deixou a Secretaria de Educação Básica, um dia depois Marcus Vinicius Rodrigues foi exonerado da presidência do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), e agora é a vez Paulo César Teixeira pedir a conta. A carta de exoneração foi enviada na terça-feira (26/03) em solidariedade à saída de Rodrigues – que o havia convidado para o cargo.

LEIA MAIS   Presidente do Inep é exonerado após confusão do Saeb

Paulo César Teixeira liderava a Diretoria de Avaliação da Educação Básica (Daeb) do Inep, uma das mais importantes dentro do Inep. Sob seu guarda-chuva ficam o Exame do Ensino Médio (Enem) e Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). Sua saída foi precedida pela queda de Marcus Vinicius Rodrigues, após a divulgação da portaria com diretrizes do Saeb, excluindo a alfabetização da edição de 2019 da avaliação. Esse movimento chegou a ser definido como "puxada de tapete" pelo ministro Ricardo Vélez Rodríguez em sua fala diante dos deputados em Brasília.

Professor de bacharelado e pós-graduação em Administração na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), Paulo César Teixeira chegou ao MEC por indicação do ex-presidente do Inep, Marcus Vinicius Rodrigues. Ele substituiu Murilo Resende, ex-aluno de Olavo de Carvalho, que foi vetado para o cargo e indicado como assessor de outra pasta do Ministério da Educação. 

Tags

Guias

Aprofunde sua leitura